Vinícola com lançamento previsto para Essen ou Nuremberg

Retrato de vch

Pode parecer meio estranho, mas já que ninguém pôe a noticia aqui, olha, ponho eu, pois sinto-me orgulhoso.

Julgo que será o 1º jogo português a ser publicado além fronteiras.

 

O jogo será publicado pela italiana 'What's you game' com lançamento previsto para 2009 ou 2010.

Mais informações em quase todos os blogs portugueses.

Página do jogo no BGG

 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Oops, de facto já tinha

Oops, de facto já tinha visto, mas passou-me da ideia meter aqui Ashamed

Contudo gostava que mantessem Portugal no mapa (assim por dizer lol), espero que mantenham o jogo relativamente intacto.

Desejo-te a melhor das sortes a desbravar este caminho Laughing

Pelo menos ficam com boa impressão dos portugueses depois de verem o teu jogo.

--

Not a Cylon, nope, very bright green in fact.

--

Boa!

Parabéns! De facto ontem vi a notícia no blog da malta de Aveiro.

Não percebo porque é que não noticiaram aqui no AoJ (qq um o pode fazer).

Infelizmente o meu tempo tem sido escasso para dar atenção ao AoJ e aos jogos de tabuleiro em geral (já lá vão dois encontros em falta).

E aqui neste grupo, só mesmo alguns é que vão ler este tópico, por isso, é preciso colocar a notícia no local apropriado...

«Mais vale estar calado e julgarem-te um idiota, do que abrir a boca e dissipar todas as dúvidas.»

Herrar é umano.

Assaco a mim alguma culpa

Assaco a mim alguma culpa pela notídcia não ter aparecido logo aqui ao mesmo tempo que no JE! :(

Mas confesso que por vezes me esqueço de fazê-lo e outros julgo que é duplicar a informação e pode não ser muito bem visto, para além do trabalho de casa que o JE me exige para ir tendo sempre notícias mais ou menos "no prazo de validade".

 

Se entenderem que devo ir colocando aqui algumas das notícias que publico no JE é só dizerem que posso fazê-lo!

 

Abraço e uma vez mais parabéns ao Vital! Siamo conté!

 

http://jogoeu.wordpress.com

Afirmativo

Epá, acho que sim, que devias postar aqui as notícias em duplicado. Eu também o faço com as entradas dos meus blogues não deixando de indicar a fonte do texto com um link..

Eu por mim gosto de ler um textozinho informativo mesmo à maneira sendo essa a minha única exigência. ;)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

É sem dúvida uma

É sem dúvida uma excelente notícia.

E espero que não seja a primeira e última de ver os nosso boardgames a triunfar lá fora.

Uma coisa vos digo ao ler esta notícia lembrou-me que tenho algo para acabar há algum tempo :)

E esta notícia veio dar-me o clique para trabalhar novamente no meu projecto de jogo...

Mãos-à-obra ...

 

www.clubotaku.org | www.drkartoon.com

Espero que esta notícia

Espero que esta notícia seja um incentivo para aqueles que tem jogos por acabar. Como vêm é possível. Toca a acabar esses jogos para qualquer dia termos uma pool só para jogos nacionais.

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Excelente notícia

É uma publicação inevitável, face ao trabalho do autor e à qualidade do produto.

Se não manterem o mapa de Portugal, como originalmente foi concebido, sairá numa próxima expansão Happy Meeple.

Parabéns Vital Happy.

Parabéns Vital!!!

 Olha que na foto o copo me parece (politicamente incorrecto) demasiado cheio!

Não há ninguem que lhe dê "um beijinho"? Laughing

Mais a serio, o jogo é bom e bonito, vamos la a levantar esses copos!

Happy

 

Jogatinas:

hehe

Parabéns!! :D

boa sorte com isso e que venha o próximo :p

 

Já devias ter posto a noticia já que foste o primeiro a saber lol

 

---- Latest News ----

It lives!

Sim Senhor

Parabéns Vital!

Agora só falta um Açoriano experimentar esse jogo.

Quem sabe, até posso ser o primeiro estrangeiro a experimentá-lo!Tongue out

Saúde.

Orgulho

Das proximas vezes não hesites em colocar aqui: isso é um grande motivo justificado de orgulho, e dos tugas por arrasto Happy

Qualquer dia ultrapassaremos os checos...

Yeaahh

Parabéns Vital!

Espero que não te esqueças de nós quando fores famosoTongue out

Grande Vital

Parabens. Espero q seja o 1º de mtos jogos

:D

Parabéns e que o jogo tenha muito sucesso!

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

Parabéns!

Muito boas notícias! Ainda não o joguei mas acho que agora também só quando estiver acabadinho e pronto a ser comprado. :)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Bom, obrigado a todos, mas

Bom, obrigado a todos, mas grande parte do trabalho está a ser feito neste momento. Ainda não está nada pronto e comecei agora a trabalhar com a editora, vamos ver como fica.

Espero manter grande parte do jogo como está, por enquanto ainda não foram pedidas grandes alterações, mas o processo ainda agora começou. :)

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Mais uma vez, Parabéns

Caro Vital,

espero que o Vinicola (com ou sem xulice ;)) seja  um enorme sucesso. Eu já encomendei a minha cópia :)

Trá-lo de novo aos encontros, Jogarei com muito prazer e, .... com sentido crítico ;)

eheheh já és persona non

eheheh já és persona non grata por aqui pá...

 

Parabéns pelo feito passivo! Happy

 

Ele

Ele ainda não, mas tu com esses comentários ácidos...

 

Parabéns pelo sucesso Vital, depois vê lá se pagas um copo aos playtesters com os royalties.

Tereso escreveu: Ele

Tereso escreveu:
Ele ainda não, mas tu com esses comentários ácidos...

 

Ácidos não, é mais tipo vinagrete azedo!! Cylon

Google Reader Shared Itens

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Ui até o senhor Tereso já

Ui até o senhor Tereso já azeda... Cool é preciso é calma e tranquilidade...

 

Parabéns

Parabéns desde já...

 

Vi o jogo na RiaCon e pelo menos em termos visuais gostei do jogo.

 

Espero que tenha sucesso e que comeces a preparar desde já a próxima criação.

Parabéns...

... e vê lá se consegues mantê-lo o mais intacto possível :p

________________________________________________________

"My one regret in life is that i am not someone else" - Woody Allen<

 

________________________________________________________

"The only way to achieve the impossible is to believe it is possible."
Lewis Carroll in Alice in Wonderland

Session report By Nathan Morse in bgg

 

It was set to be a normal year in Portugal when three enterprising vintners began a competition to have the best overall performance over the next nine years. Each of us gradually established vineyards over the first two, normal years. Low-quality wine started to trickle, and started to counter our losses in establishing new vineyards. We were all hopeful as the third year drew near, because it was going to be our first wine fair! What did the harvest forecast indicate? Phylloxera. Tiny, sap-sucking insects would swarm in and absolutely destroy our harvest in year three. Our hopes of ceasing to be destitute were dashed by a pale yellow, winged pestilence. The best wine was worth merely 20 points, even with good performance from winemaker awards. Mine was abysmal.


With the first fair (and the phylloxerae) behind us, we were desperate for some income and some wine. So, what was year four's forecast? Mildew. We set our oenologists to work, and managed to get wine out of some of our vineyards, but most were overcome by the mildew. Year five, at last, was a good year, as was year six. By now, I had all but drained my bank account to try to become solvent again via better investment in the port vineyard I was nurturing. Going into the second fair, I put a fresh, high-quality batch of port in the cellar, and took a Dão red to the fair. With the strong Dão advertising campaign, it was comparable in market value to the port. A competitor chose the same (which was the reason the campaign in Dão was so strong anyway). This time, the best wine was worth about double the best from the first fair. Again, mine was last, even though it was significantly better than last fair's best. I resolved to take my best port to the next fair. It was my only hope.

Amazingly, the judges were rumored to be looking for port next fair. I re-inflated my hopes, and worked diligently through the coming year of frosts. Year eight was an exceptional year. Everything was going to produce beautifully, so I managed to produce a perfect port, as my prior good port aged in the cellar. Our final year, the third fair year, was a good year. Due to the particular supply the wine bars and restaurants had received, my best bet was to export, which I did. The challenge was that I wanted to be sure to send my oenologists to the fair in order to take the prize, rather than being last for a third time. ...but I had nearly no money. It was then that I remembered the barrel I received when I put my port in the cellar. I started making arrangements with the black market, and just at payday for the oenologists, I sold a fresh batch of Dão red in my handy barrel, giving me enough to send all my oenologists to the fair. At least this time I tied for second - which meant I was last all three fairs. Embarrassing. Our best wine ended up being a Trás-os-Montes white of near-perfect quality, tweaked exactly to the judges' liking. Did I mention that the judges at the final fair were morons? Their taste buds were utterly insensitive, and they barely registered any of the other traits, which was just as well for me, but it robbed the second Trás-os-Montes white of victory, dooming its maker to the same rating as my perfect port did me. It was a respectable rating, but not a prize-winner.

Our final scores were:
158
148
131

I never fully recovered from that first fair, but it was the best winemaker's financial management that propelled her from just-above-third to a solid first.

We had a great time, and all really enjoyed the experience. As soon as we have another nine years to spare, I'm sure we'll do it again.
I'm hoping for Friday.... :whistle:



"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"