iPad e os Jogos de Tabuleiro

Retrato de JohnnyBeGood

A Editora Days of Wonder lançou uma versão para dois jogadores do jogo Small World de Philippe Keyaerts para o iPad, disponível desde 3 Abril.

 

Com a aplicação Small World, os jogadores movem as suas forças apenas com um toque no ecrã e o programa automaticamente aplica as regras de movimentação, ataque e defesa, assim como outros detalhes.

Como Presidente da Days of Wonder, Eric Hautemont disse no Comunicado de Imprensa que fez o anúnico do lançamento, “O Mundo dos jogos de Tabuleiro e dos jogos electrónicos nunca mais vai ser o mesmo.” O comunicado de imprensa também realça que foram vendidas em todo o mundo 57,000 cópias do Small World, juntamente com 32,000 cópias das várias expansões, em menos de um ano.

 

 

Podemos ver mais imagens da aplicação no site da Days of Wonder. A aplicação custa $5 e está disponível através da App Store on iTunes

 

Outro jogo a marcar presença nesta novidade do Mundo Digital, é Money, um jogo de Reiner Knizia.

Money já se encontrava disponível como aplicação para o iPhone. Adaptado agora ao iPad, aproveita as qualidades gráficas e maior àrea de visualização para apresentar gráficos com mais resolução e a introdução de um 5º jogador.

Outros jogos irão seguir o mesmo caminho, e neste momento já se encontram em desenvolvimento dois jogos do autor Reiner Knizia, High Society e Kingdoms.

 

Ainda sem data prevista de lançamento em Portugal, o iPad revela-se como o novo gadjet da moda e anuncia-se uma nova revolução na forma como interagimos com o mundo virtual.

Algumas empresas portuguesas já se encontram a desenvolver aplicações para iPad, que vão desde jogos a ferramentas, como é explicado neste artigo Apps portuguesas à procura de espaço no iPad.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

e não só

Também estou de olho nisto para as sessões de RPG. Gostava que servisse como dice-roller, mantivesse folhas de personagem, mostrasse mapas e facilmente visualizasse documentos ou imagens em geral. Infelizmente, a falta de multitasking ou de uma simples ligação USB estragam um bocado as coisas, pelo que espero que apareçam alternativas válidas por parte da Asus ou da HP. A feature fundamental aqui é a qualidade do touchscreen que acaba por permtir que o aparelho seja pousado na mesa e usado por várias pessoas ao mesmo tempo.

 

Não precisas de

Não precisas de Multitasking ou ligação USB, basta teres capacidade suficiente para integrar fichas de personagem, dice roll, avatares e criação de personagem num só programa... depois noutro crias geração de tiles e mapas, adicionas tokens de personagens e monstros... e voilá tens um Dungeon Generator! O multitasking não é essencial... se lhe souberes dar a volta! Mais vale uma aplicação a correr do que 4 ou 5 e aquilo sempre a crashar!

 

Quanto aos jogos de tabuleiro, venham lá versões do Powergrid para o iPhone que já tem adepto :P O melhor seria mesmo o Brett criar uma plataforma para o iPod/iPhone/iPad.. isso era Ouro sobre azul, ou neste caso, sobre um touchscreen!

 

wish list

Crashburner escreveu:

Não precisas de Multitasking ou ligação USB, basta teres capacidade suficiente para integrar fichas de personagem, dice roll, avatares e criação de personagem num só programa...

Sim, mas eu ainda não paguei para ser um Developer  Money mouth por isso terei de esperar que alguém faça um programa especificamente para isso e, o que acontece nesses casos, é que a aplicação normalmente é desenhada para um RPG em particular e eu queria algo que simplesmente lançasse qualquer número de dados de qualquer tipo, me permitisse mexer numa folha de cálculo que servisse como qualquer folha de personagem de qualquer jogo e me abrisse qualquer .pdf ou .jpg sem ser preciso dar muitas voltas para os passar para o aparelho. Não é pedir demais.

 

Se achas que há muita

Se achas que há muita gente a pedir isso, aplicas-te um bocado... crias uma aplicação e não precisas de trabalhar o resto da vida! Viva a iTunes Store!

 

Vá de retro...

Crashburner escreveu:

Quanto aos jogos de tabuleiro, venham lá versões do Powergrid para o iPhone que já tem adepto :P O melhor seria mesmo o Brett criar uma plataforma para o iPod/iPhone/iPad.. isso era Ouro sobre azul, ou neste caso, sobre um touchscreen!

Herege!

Humm... Já percebi.

Inventaste uma nova forma de choradinho. Assim podes perder e chorar sem ninguém te ver Tongue out.

 

venham

Dugy escreveu:
Crashburner escreveu:

Quanto aos jogos de tabuleiro, venham lá versões do Powergrid para o iPhone que já tem adepto :P O melhor seria mesmo o Brett criar uma plataforma para o iPod/iPhone/iPad.. isso era Ouro sobre azul, ou neste caso, sobre um touchscreen!

Herege!

Já agora, Dugy, quantos jogos de Power Grid tens registados no Brett? :P

E qual é a piada de fazer choradinho se não houver ninguém para nos ouvir?

 

Uma

Uma dezena. Ao vivo, quase 20.

Inigualável o momento de "queimar" os recursos ao vivo. E de "queimar" os outros no mercado e no mapa, também.

É como digo: como complemento ainda aceito, mas nunca como substituição.

Venha daí esse choradinho num tabuleiro perto de mim Cry .


Tabuleiro!

Espero que estas "revoluções" não afectem a forma como se olham para os jogos de tabuleiro. Se forem vistas como complemento, óptimo, mas nunca como substitutos.

De qualquer forma, é bonito de ver que mesmo os gadjets mais recentes apostam na introdução de jogos de tabuleiro no seu leque de opções de jogos.

Mas que não é a mesma coisa, não. Dar uma "sapatada" num token duma civilização adversária aquando da conquista tem um gostinho especial... Evilgrin

Até mesmo o lançar de dados num Stone Age, o acto de levantar o copo, e a surpresa da tripla de 1s... So Blue 


os tempos mudam

Dugy escreveu:

Mas que não é a mesma coisa, não. Dar uma "sapatada" num token duma civilização adversária aquando da conquista tem um gostinho especial... Até mesmo o lançar de dados num Stone Age, o acto de levantar o copo, e a surpresa da tripla de 1s...

Andar carregado com uma meia dúzia de de jogos quando dezenas deles podem caber num destes aparelhos... Wink Até mesmo o som das árvores a tombar para fazer mais cartão para os nossos jogos quando eles podem existir em versão digital...

Mesmo com uma Microsoft Surface, concordo que não é a mesma coisa, mas é o futuro de todos os jogos daqui a umas décadas.

 

 

Mas, mas...

Rick Danger escreveu:

mas é o futuro de todos os jogos daqui a umas décadas.

Mas eu não quero!

Quero jogos de tabuleiro em tabuleiro. Chama-me velho. Yell

Os PCs já tentam proclamar uma morte anunciada aos jogos de tabuleiro há decadas. Conseguiram? Não!

E as box farts? O que é que se equipara a isso?

Contra os canhões, marchar, marchar!

Laughing

ganhaste

Dugy escreveu:

E as box farts? O que é que se equipara a isso?

Tens razão. Podiam até incluir um ficheiro audio com o barulho da box fart? Poder podiam, mas não era a mesma coisa Cool

 

Dugy escreveu: Os PCs

Dugy escreveu:

Os PCs já tentam proclamar uma morte anunciada aos jogos de tabuleiro há decadas. Conseguiram? Não!

Aham... Não sei não. Tongue out

 

(Concordo, não tenho qualquer interesse em jogar versões digitais de jogos se tiver oportunidade de jogar as físicas de cartão e madeira)

 


Top10:

Irá...

Irá existir sempre mercado e consumidores para ambos e para as consolas e para os IPads, e...

Agora que os números de adeptos das diferentes plataformas são tremendamente díspares é um facto.

Não importa que os boardgamers sejam uma minoria na actualidade. O que importa é que nunca definhem. E para isso estamos cá nós Laughing


Amen

Thumbs Up

 


Top10:

Não sei é como os

Não sei é como os Eurogamers vão sobreviver com a crescente implementação de medidas ambientalistas :P

E...

E a ti, Ameritrasher de um figo, quero ver como vais ficar quando te tirarem o plástico... Tongue out

uiii isso não é para

uiii isso não é para mim... o Lobby do plástico aguenta muito mais tempo que o do papel! :P

agora que penso nisso..

..a possibilidade de isto ser usado como um tabuleiro de jogo é a única coisa que pode salvar esta novidade, já que, de resto, é igual ao iPod Touch.

 

Eu cá só lhe vejo uma utilidade

Para ler comics na cama/sofá deve ser excelente. Lê cbr's e tudo.

 


Top10:

Tens a certeza que le cbr's?

Asur escreveu:

Para ler comics na cama/sofá deve ser excelente. Lê cbr's e tudo.

 

Quer dizer que agora já só precisa de ter USB, mais uma catrefada de cenas e fica porreiro (lá para a 3ª geração talvez).

A Fortaleza no

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

O USB só vai ajudar a que

O USB só vai ajudar a que uma catrafada de vírus e programas não autorizadas mine aquilo tudo e se torne um aparelho tão fraco como qualquer um com Windows...

quick question

Crashburner escreveu:

O USB só vai ajudar a que uma catrafada de vírus e programas não autorizadas mine aquilo tudo e se torne um aparelho tão fraco como qualquer um com Windows...

Como é que neste momento se passa um documento ou imagem para o iPhone ou Touch? Upload e download através do iTunes?

Pois...é por osmose!! :)

Rick Danger escreveu:

Crashburner escreveu:

O USB só vai ajudar a que uma catrafada de vírus e programas não autorizadas mine aquilo tudo e se torne um aparelho tão fraco como qualquer um com Windows...

Como é que neste momento se passa um documento ou imagem para o iPhone ou Touch? Upload e download através do iTunes?

....instalado em 90% dos casos em máquinas Windows ROTFLMAO

A Fortaleza no

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

:D

Firepigeon escreveu:

....instalado em 90% dos casos em máquinas Windows ROTFLMAO

 

Pois... nunca ninguém é enganado uma só vez.

-

Gamer profile

a maneira mais rapída é

a maneira mais rapída é através de email, mas tens sempre uma catrafada de aplicações que te permitem fazer clic & drop para dentro do Iphone. Pessoalmente uso o air sharing, mas existem muitas mais.

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Hmmm...

Com uma coisa chamada Dropbox que cria um directório virtual remoto onde podes aceder os ficheiros directamente... acho. :)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Rick Danger escreveu:

Rick Danger escreveu:

..a possibilidade de isto ser usado como um tabuleiro de jogo é a única coisa que pode salvar esta novidade, já que, de resto, é igual ao iPod Touch.

 

LOL

Ou isso ou vender mais de 750000 iPads 4 dias depois http://www.macrumors.com/2010/04/07/ipad-sales-top-750000/

A sério, rendam-se às evidências. Correm o risco de fazer parte do gang dos idiotas que apostaram no falhanço tremendo do iPhone, não se convenceram e ainda contratacam com o iPad que já provou vender mais nos primeiros dias. Apesar de ser um produto novo, num mercado de futuro que a Apple arranjou na estratoesfera...

USB? Só se for para meter no c*

E desde quando enganar 1

E desde quando enganar 1 milhao de otários faz disso um produto bom (é o que dizem de tudo qt se vende muito)

 

O que me interessa mesmo é a cena dos Comics: Afinal isso le CBR's e CBZ's directamente ou não?

A Fortaleza no

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Pelos vistos, sim.

A app iComic Viewer 2.0 diz ser compativel com o iPad e suporta os formatos CBZ, CBR, ZIP e RAR.

As minhas (In)definições no TuJogas.com

Herrar é umano.

bluetooth?

Ok, já sabemos quais são as duas pessoas neste tópico que têem um Mac? Cool

Tereso escreveu:

A sério, rendam-se às evidências. Correm o risco de fazer parte do gang dos idiotas que apostaram no falhanço tremendo do iPhone, não se convenceram e ainda contratacam com o iPad que já provou vender mais nos primeiros dias.

Eu já teria comprado um iPhone se não tivesse de vender a alma ao diabo mensalmente. Logo à partida, é um aparelho fabuloso que agora é copiado de todas as maneiras e feitios. Para aquilo que é, o iPad já não é tao fabuloso, mas será certamente copiado de todas as maneiras e feitios e, se calhar, vou esperar por essas alternativas.

Estes brinquedos da Apple são lindos, mas obrigam um gajo a pagar por tudo - por tudo! - e a malta dos PCs está habituada a pagar só pela máquina e o resto arranja-se de borla. É uma vantagem difícil de pôr de parte.

Portanto, é um Touch com um ecrã maior, certo? Ou é talvez um primeiro passo no sentido de uma Microsoft Surface que se meta debaixo do braço? Tudo bem, só não era preciso tanto hype.

 

Rick Danger escreveu:

Rick Danger escreveu:

Ok, já sabemos quais são as duas pessoas neste tópico que têem um Mac? Cool

 

Agora é que disseste tudo. Quem tem um Mac (e não quem acha que ter visto um na loja e lhe ter feito festas é "mexer" num) sabe que é bom e defende-o veementemente (e não estou a falar de fanboys). Para além disso, sabe do que fala porque conhece Pcs. O contrário, é difícil. E gajos que têm Mac a dizer mal, onde estão?

Quanto aos Tokio Hotel, estamos a falar de valores que não têm nada a ver e, no fundo, coisas que não têm nada a ver. Vamos a apurar essa argumentação ó espanhol... Para além disso, eu não disse em lado nenhum que o iPad era bom por se vender. Eu disse que há parolos que diziam que o iPhone ia ser um flop e levaram com ele na tromba. E agora os mesmos, ou outros parolos, enganam-se de novo, com a agravante de que quando levarem com o iPad na tromba vai doer mais, porque é maior e mais pesado...

O preço também é um pouco mitificado, estamos a falar de um produto sem rival, que utiliza tecnologia de ponta e oferece os premiums do costume (um ecrã de topo, uma bateria de altíssima qualidade, leveza, nobreza dos materiais, multitouch patenteado, uma App Store dedicada (onde existem algumas centenas de milhar de apps gratuitas (como por exemplo uma para contar os pontos do tichu). 500$... não é excessivo, acho sinceramente. Se pensarmos quanto custa um ebook reader, uma psp, um ipod e uma moldura digital todos embrulhados com fita cola, com Wifi, osciloscópio, acelerómetro, ecrã táctil, etc... pode ser difícil rivalizar com o iPad.

E agora tenho k ir, que vou desfragmentar o disco.

 

 

 

 

 

Ai espera... Laughing

Tereso escreveu: LOL Ou

Tereso escreveu:

LOL

Ou isso ou vender mais de 750000 iPads 4 dias depois http://www.macrumors.com/2010/04/07/ipad-sales-top-750000/

A sério, rendam-se às evidências.

Os Tokio Hotel também venderam os bilhetes todos. Estamos a falar da qualidade/utilidade do brinquedo, não da capacidade da Apple de os vender aos respectivos fanboys. Smile

 


Top10:

Tereso escreveu: Ou isso

Tereso escreveu:

Ou isso ou vender mais de 750000 iPads 4 dias depois http://www.macrumors.com/2010/04/07/ipad-sales-top-750000/

 

Lá por ser um sucesso comercial, não quer dizer que é um sucesso. Eu tenho um ipod Touch e estou muitíssimo satisfeito, agora quanto ai iPad, fico à espera de um dispositivo igual, a metade do preço, e que corra um sistema operativo decente (leia-se Windows 7).

 

E "decente" = sistema operativo que me deixe correr flash, tenha multitasking e me deixe instalar as aplicações que eu quiser.

 

/p>

Last played:

Tas lixado

Os fanboys vao-te cair todos em cima. Mas sinceramente acho que o iPad tem potencial, mas quando for na 3ªGeração. Até lá pra fazer mais arranja-se um Tablet PC!! A concurrencia é uma coisa espectacular, espero que com a saida do iPad seja dado impulso aos e-readers a cores como deve de ser (tenho bué de CBR's e CBZ's pra ler!!!)

A Fortaleza no

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Hmm...

Eu tenho um notebook da Toshiba, o NB100, e uso-o bastante para ler .cbr e .cbz

É mais pesado que o iPad (pesa 1,1kg) e dá para girar o ecrâ (um lcd de 8 polegadas) até ficar paralelo ao teclado. Tem uma autonomia de 3h.

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Decência... onde andas tu?

espanhol escreveu:

... um sistema operativo decente (leia-se Windows 7).

Laughing

Nesse caso é um sistema operativo emendado de um dos maiores blunders da história da Micro$oft (Leia-se Vista), batido apenas em falta de qualidade pelo Me...

Citação:

E "decente" = sistema operativo que me deixe correr flash, tenha multitasking e me deixe instalar as aplicações que eu quiser.

O que põe de parte um iPhoneOS porque correr Flash implica perder o controlo do que é instalável e o lucro da App store.

E eu trabalho com Mac OS X todos os dias. Sem dúvida mais interessante que o Windows Vista ou Vista SP1 (Leia-se Windows 7) mas o iPhoneOS não é o Mac OS X... nem de muito longe.

-

Gamer profile

Gostava de perceber porque

Gostava de perceber porque é que é sem dúvida mais interessante?

Eu acho que isso é tudo muito subjectivo...

 

Não podem estar à espera que um SO que funcione em quase todos os computadores do mundo funcione tão bem em questões de performance do que um SO que está feito para funcionar em 3 ou 4 modelos.

 

O Windows sempre vai ter mais problemas que o MacOS simplesmente porque tem de funcionar em milhões de configurações diferentes ao contrário do outro que funciona em 10 ou 20, se tanto...

 

Conheço quem tenha comprado um Macbook e use exclusivamente o winXP. Se ter de usar o macOS implica fazer com que eu deixe de puder de usar centenas de aplicações que só funcionam em Windows de que me vale ter um pc que não precisa de ser desfragmentado, ou que arranque em segundos ou onde o iTunes funciona muito melhor?

 

A única vantagem que eu vejo no MacOS é um conjunto de merdices que afectam a usabilidade do PC (o que para uma pessoa como eu que já mexe em computadores quase desde que aprendeu a falar tem impacto quase igual a zero) em termos de funcionalidades o windows vai continuar a ser sempre muito melhor que qualquer SO da apple.

 

Nota 1: não me lembro da última vez que desfragmentei o meu pc

Nota 2: não me lembro da última vez que formatei o disco

Nota 3: pelo lado contrário, o iPod touch/ IPhone é uma ferramenta fantástica pelas mesmas razões que o windows o é: há uma série de aplicações que não consegues correr em mais lado nenhum e que fazem valer o interesse de ter esse produto em alternativa a qualquer outro do mercado.

 

 

 

/p>

Last played:

No dia em que tiveres que

No dia em que tiveres que fazer um trabalho de edição de imagem/vídeo e o computador simplesmente se vai abaixo, porque para funcionar em milhões de configurações diferentes encontra um erro, vais perceber que se calhar algo mais estável e que te permita uma maior segurança a trabalhar é muito importante! Há coisas que são feitas para desenrascar em qualquer lado e há outras que são desenhadas para trabalhar sempre! Quanto ao teu amigo ter um macbook e só usar o winxp só posso concluir duas coisas: Ou é rico e comprou um portátil para que não precisa (para que se quer um mac senão se vai correr o Mac OS?) ou comprou pelo status que ter um mac actualmente dá!

hmmm...

espanhol escreveu:

Gostava de perceber porque é que é sem dúvida mais interessante?

Eu acho que isso é tudo muito subjectivo...

E é...

Essa é a minha opinião. Uso os dois com regularidade e o Mac OS é, para mim, mais interessante.

Citação:

Não podem estar à espera que um SO que funcione em quase todos os computadores do mundo funcione tão bem em questões de performance do que um SO que está feito para funcionar em 3 ou 4 modelos.

Estás mal informado. O Mac OS pode funcionar em vários modelos de computadores. Em máquinas Apple pode funcionar em plataformas Intel e PowerPC (arquitectura completamente diferente). Além disso, pode funcionar em qualquer computador de base Intel. O que se passa é que a Apple tem um chip no seu hardware, o EFI, a que o Mac OS faz uma verificação ao instalar. Desse modo tenta que o seu OS só funcione em hardware Mac porque o seu core business é o harware e não o OS. Mas existem formas de por um Mac OS a funcionar sobre hardware não Apple. Nem sequer é muito difícil...

Citação:

O Windows sempre vai ter mais problemas que o MacOS simplesmente porque tem de funcionar em milhões de configurações diferentes ao contrário do outro que funciona em 10 ou 20, se tanto...

Mais uma vez... má informação. O Windows tem mais problemas simplesmente porque é pior. O Mac OS X é pouco mais que uma distribuição altamente personalizada de Linux. E o Linux, enquanto sistema operativo puro e duro está muito, mas mesmo muito à frente de qualquer versão do Windows. Basta ver a génese de cada um deles... O Windows cresceu em cima de um OS roubado, fraco de raiz e adaptado por um programador medíocre. O Linux é uma re-implementação de um dos sistemas operativos mais seguros e com arquitectura mais bem pensada e implementada que já foi feito (Unix). E eu não expert em Linux... ou mesmo um utilizador profissional. Mas apesar de não o usar regularmente, tenho informação suficiente sobre a arquitectura de software em geral e sistemas operativos em particular para saber disso.

Mais ainda, o Windows não é feito a pensar na diversidade de hardware. Inclusivamente a Microsoft tem uma lista de hardware (HAL) que é compatível com o seu software e recorre a ela sempre que tens problemas que eles não consigam resolver. Se o hardware não constar da HAL, azar... O que se passa é que sendo o seu OS tão utilizado os fabricantes de hardware produzem drivers a pensar no Windows. Se não fosse assim, não seria explicável a dificuldade que há em fazer que as novas versões do Windows, em particular o Vista, funcione com hardware que funcionava perfeitamente em XP...

 

Citação:

Conheço quem tenha comprado um Macbook e use exclusivamente o winXP. Se ter de usar o macOS implica fazer com que eu deixe de puder de usar centenas de aplicações que só funcionam em Windows de que me vale ter um pc que não precisa de ser desfragmentado, ou que arranque em segundos ou onde o iTunes funciona muito melhor?

E aí está outro exemplo de que nem tudo que a Apple faz faz bem. O iTunes é uma valente bosta. Dos piores programas que já usei. Enquanto servia para tocar música e ter uma colecção de canções mais ou menos organizada até nem era mau. Agora que não passa de uma máquina de publicidade que dificulta a utilização com montes de coisas que não interessam a quem não quer comprar coisas à Apple, é um horror de bloatware e um sorvedouro de recursos da máquina. O pior é mesmo não se poder descarregar o Quicktime sem a bosta do iTunes agarrado...

 

Citação:

A única vantagem que eu vejo no MacOS é um conjunto de merdices que afectam a usabilidade do PC (o que para uma pessoa como eu que já mexe em computadores quase desde que aprendeu a falar tem impacto quase igual a zero) em termos de funcionalidades o windows vai continuar a ser sempre muito melhor que qualquer SO da apple.

Têm exactamente as mesmas merdices que atrapalham. Eu trabalho em informática, profissionalmente, desde o tempo do Windows NT. Interesso-me por computadores desde o tempo dos 8 bits e já experimentei sistemas operativos que nem sequer ouviste falar. Posso assegurar-te que o Windows é cada vez mais difícil de tornar produtivo porque está cada vez mais cheio de merdices que não interessam a ninguém com um mínimo de conhecimentos técnicos. E desde o 95 para o Me que não havia uma piora tão grande entre versões do Windows como entre o XP e o Vista ou 7 que é a mesma porcaria que o Vista.

 

-

Gamer profile

espanhol escreveu: A

espanhol escreveu:

A única vantagem que eu vejo no MacOS é um conjunto de merdices que afectam a usabilidade do PC (o que para uma pessoa como eu que já mexe em computadores quase desde que aprendeu a falar tem impacto quase igual a zero) em termos de funcionalidades o windows vai continuar a ser sempre muito melhor que qualquer SO da apple.

 

Pois, só preciso de saber agora de que merdices estamos a falar...

1. Da suite de aplicativos iLife que é gratuita e inclui programas de edição semi-profissional de vídeo, áudio e foto?

2. Da suite de aplicativos de produtividade mais funcionais, versáteis, profissionais e baratos do que a merda do Office que toda a gente usa?

3. Do automator, que permite criar workflows de sistema mesmo a um noob como eu?

4. Do melhor cliente de e-mail que aí anda?

5. Do melhor e mais rápido browser (versão OSX)? ver aqui as 150 razões.

 

Talvez não seja nenhum destes pontos. Mas sabias que o OSX tem uma ferramenta que não só procura coisas dentro do teu computador como as encontra? É uma merdice que afecta muito a minha vida pah.

E estás a esquecer-te da

E estás a esquecer-te da muito maior (leia-se - abismal) velocidade de processamento para aplicações gráficas que podes encontrar no sistema OS. Para não falar das merdisses, como a simplicidade de utilização, a versatilidade para ligar qualquer acessórios, a menor (ou quase nula) preocupação com virús e acima de tudo, as perguntas estúpidas que não faz quando queres fazer seja aquilo que for, como ligar um simples rato e aparecer um popup que pergunta se temos a certeza que o queremos ligar. Irritante.

 

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

espanhol escreveu: , e

espanhol escreveu:

, e que corra um sistema operativo decente (leia-se Windows 7).

 

Não sabes o que dizes....

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

newrev escreveu:

newrev escreveu:

espanhol escreveu:

, e que corra um sistema operativo decente (leia-se Windows 7).

 

sabes o que dizes....

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

 

Tirar as frases de contexto não funciona :)

/p>

Last played:

Back on topic...

Passando ao lado das nossas preferências em termos de sistemas operativos, telefones móveis, maior ou menor tolerância a políticas de DRM e controlo pessoal e privado dos aparelhos electrónicos que compramos, esta notícia é relevante para aquilo que aqui nos traz e nos une, os jogos de tabuleiro.

Na minha opinião é relevante de uma forma divisora... Por um lado agrada-me e parece-me positiva para o hobby. Por outro aborrece-me e parece-me perigosa para alguns dos aspectos mais interessantes do próprio hobby.

Pelo lado positivo, claramente vai trazer maior visibilidade aos jogos que jogamos e às empresas que os produzem. Isso poderá trazer mais gente para o hobby, torná-lo menos estranho a quem nunca ouviu falar e facilitar e amenizar a recepção e reacções à sua prática. E para quem, como eu, defende que a divulgação é ainda os aspecto mais importante para o crescimento do hobby, isto será bom.
Sem dúvida que a presença dos "nossos" jogos na AppStore poderá espicaçar a curiosidade de alguns entre os milhares que a visitam. Sem dúvida que a perspectiva de pagar uma soma pequena por um "jogo de tabuleiro" poderá fazer com que mais e mais pessoas os experimentem e apreciem e acabem por pensar na possibilidade de o tentar jogar "ao vivo".
Um outro aspecto potencialmente positivo será o lucro obtido pelas editoras. Este influxo de capital poderá facilitar a vida às editoras e isso dar-lhes mais espaço de manobra para arriscarem na edição de novidades.
Mas isto tudo são ses e talvez...

Por outro lado, existe um potencial negativo pelo menos igualmente grande.
Permitam-me um breve interregno para falar de um artigo que li há umas semanas. Com o título Naufrágio, José António Saraiva falava do afastamento que cada vez mais se vai notando entre as pessoas, o isolamento e a solidão disfarçados pela facilidade de comunicação. Com inícios na presença e proliferação da televisão que foi matando o hábito da conversa à refeição entre a família, evoluindo para a dispersão de cada membro do grupo (que aqui já vai além das famílias) para o seu aparelho digital, seja o computador, o telemóvel ou a incrível panóplia de aparelhos que cada vez mais fundem e confundem as funções de ambos, vimos, de facto, assistindo à gradual substituição do hábito de conviver pelo hábito de comunicar.
Não embarco em dramatismos e previsões apocalípticas das consequências deste fenómeno, mas apercebo-me da sua existência e vejo o nosso hobby, em parte, como uma reacção ao mesmo.
Daqui poderemos pensar se esta invasão dos jogos de tabuleiro ao mundo digital, ou dos suportes digitais aos jogos de tabuleiro, tanto se pode ver de um lado como de outro, não poderá ser o potencial início de uma substituição do cartão, madeira e plástico que tanto gozo nos têm dado pelo brilho de um ecrã.
Será muito mais fácil transportar um aparelho tipo iPad para os nossos encontros e ter lá umas dezenas de aplicações que nos permitem jogar do que fazer o esforço de carregar com alguns quilos numa mala para ter as mesmas possibilidades. Com a vantagem de que o setup e arrumação dos jogos serão praticamente instantâneos num aparelho destes por oposição a um aspecto que frequentemente é apontado como factor negativo para alguns jogos.
Mas fará sentido deslocar-mo-nos a um encontro para jogar se o podemos fazer no conforto do nosso sofá, em casa, sem preocupações com a chuva, o lugar para estacionar e outros inconvenientes da deslocação? E as convenções, os encontros nacionais. Que propósito servem neste cenário? Da resposta a estas questões dependerá a continuidade do esforço de tentar manter a ideia e a necessidade de convívio contra a sua mera substituição pela comunicação, existindo agora mais uma forma de comodamente o fazer sem perder a possibilidade de ter o prazer de jogar estes "nossos" jogos. Daqui poderá surgir a impossibilidade de como tão bem o pôs o Johnny Be Good cada um de nós saber porque não fica em casa.
Mas, tal como antes, tudo isto são ses e talvez...

A ver vamos.

Não será isto que me fará comprar um iPad. Fico talvez à espera de um aparelho similar que não tenha as mesmas desvantagens (que as há), mas nunca será para jogar jogos de tabuleiro... Para ler e-books ou e-comics, para ver filmes, navegar na internet, ouvir música, até talvez fazer algum trabalho, tubo bem. Mas jogar jogos de tabuleiro, isso quero continuar a fazer como faço. Com cartão, madeira, plástico e, principalmente, com pessoas. Ali, à minha frente, para as observar a pensar, para as ouvir trocar ideias, para as ver esforçarem-se com prazer para vencer e até para as ver sorrir ao derrotar-me. Não há quase nada melhor...

-

Gamer profile

por aí, é só vantagens

Mallgur escreveu:

Mas jogar jogos de tabuleiro, isso quero continuar a fazer como faço. Com cartão, madeira, plástico e, principalmente, com pessoas. Ali, à minha frente, para as observar a pensar, para as ouvir trocar ideias, para as ver esforçarem-se com prazer para vencer e até para as ver sorrir ao derrotar-me.

Completamente de acordo e por isso é que o iPad me chama à atenção. Repara que o aparelho substitui os componentes, mas não as pessoas. Uma das novidades do momento são justamente os computadores que servem para ser presencialmente utilizados em grupo e não isolando uma pessoa.

 

E porque Deus vos ouve...

E porque Deus vos ouve (e por deus entendam Steve Jobs) aqui fica as mais recentes infos sobre a nova actualizaçao do software...

 

http://tek.sapo.pt/noticias/computadores/iphone_ganha_mais_de_100_novas_funcionalidade_1057505.html

Lol

 


Top10:

hmm

ROTFLMAO!! brutal :x

needs thumbs up :p

 

---- Latest News ----

It lives!

ficou tudo dito

Thumbs UpThumbs UpThumbs UpThumbs UpThumbs UpThumbs UpThumbs Up

A Fortaleza no

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Aí está!

Ok...

Point taken. Então que se inventem novos jogos que usem as vantagens de um tablet a seu favor mesmo para se o jogar em multi-jogador com múltiplos aparelhos. :P

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG