10 Coisas a Saber Antes de Comprares: 18xx

Retrato de lemon

                                                            

 

 

 

                                                                                             

   

    

1       Não é um jogo, é um sistema - 18xx é um conjunto de jogos, não um jogo único. São todos jogos pesados de zero sorte que se referem à desenfreada expansão ferroviária do séc.XIX pelo

         mundo todo. É um sistema que se baseia em duas frentes: a construção de vias através de tile-laying, para aumentar a receita das companhias, e a manutenção do portfólio de acções que 

         compramos nas empresas. Alguns dos títulos concentram-se mais numa vertente, outros na outra. Nos jogos, os jogadores desempenham o papel de investidores comprando e vendendo

         acções nas empresas, apostando em comboios progressivamente mais tecnologicamente desenvolvidos, construindo linha, desenvolvendo estações.

 

2       Bem vindos ao mundo encantado dos comboios - Existem dezenas de títulos no sistema 18xx. Entrar neste comboio é descobrir todo um universo de pequenas variantes e modificações

         ao sistema que alteram o jogo profundamente, que pretendem manipular economias de formas diversas, etc. Contudo, a informação referente a estes jogos raramente sai dos fóruns que lhes

         são dedicados. É preciso vasculhar, mas quando se encontra o grupo certo, a comunidade tende a ser bastante unida e familiar.

 

3       O pézinho na piscina - Existem alguns jogos considerados como entradas no género. Um deles é o 1846 - Race to The Midwest. Este é o mais indicado para quem vem dos Euros pesados.

         A interacção entre jogadores define-se mais pelos seus motores e posicionamento no mapa. Contudo, será preciso alguma ginástica mental para nos adaptarmos ao passo seguinte.

         No outro lado têm o filhote adoptado do 1830, o 1889 - History of Shikoku Railways. Este é mais interessante ao nível do mercado de acções mas também muito mais cruel. A interacção

         é bruta e dura, e prepara os jogadores melhor para o que é o faroeste do mundo 18xx.

 

4       Sangue e Ferro - Este jogo não é para os fracos do coração. É sujo e violento, tal como a ferrovia nos 1800s. É possível, através de uma ou duas más escolhas, ficar de fora do jogo durante

         uma boa porção do tempo. A minha última jogatana de 1889, jogámos 3 horas no geral mas eu estive inactivo durante 1h40 -_-" não quer dizer que o jogo acabe para essa pessoa, mas

         temos de estar preparados para o doce abraço do abismo se não formos capazes de estar à altura dos nossos adversários. Às vezes custa...

 

5       Um pouco de História. Estes jogos são baseados em factos verídicos. As companhias retratadas neles existiram e operaram (por vezes de formas menos éticas) para se se estabelecerem

         no mundo da infraestrutura férrea. Tem pequenas pérolas históricas que acabam por se tornar um "What If" da economia pós-Revolução Industrial. Para quem não sabe, os nomes dos

         jogos neste nicho normalmente identificam o ano em que a ferrovia foi iniciada na região explorada no jogo, e.g: 1830 ou 1846, ou a região, e.g: 18CZ (Czech Republic) ou 18EU (Europa)

 

6       Estratégia, estratégia, estratégia. A minha coisa preferida deste jogo é que a estratégia tem de ser delineada desde o princípio e deve ser seguida ou corre o risco de ser um esforço em vão.

         Contudo, estão todos os jogadores a fazer o mesmo, claro. O que significa que a flexibilidade é rainha nestes jogos. Se formos apenas reagindo ao que acontece no jogo, é receita para

         desastre, mas se ignorarmos o que os outros jogadores e os seus afazeres, corremos o risco de ser levados `bancarrota mais cedo do que pensávamos ser possível. Interacção do mais 

         alto calibre!

 

7       Somos todos contabilistas ferroviários. Estes jogos requerem quantidades de aritmética que talvez não seja do agrado de todos. Os comboios correm várias cidades que são somadas

         para fazer receita, e depois têm a oportunidade de pagar dividendos, dividindo essa receita pelos portadores das acções relevantes nas respectivas companhias. Para dar uma noção da coisa

         a maior parte dos jogadores utiliza um ficheiro de Excel para fazer os cálculos automáticamente, e realmente isso tira pelo menos uma hora ao tempo de jogo. Se um pouco de contabilística

         não vos assusta, já está meia batalha ganha.

 

8       Falência financeira e emocional. Como mencionei no ponto 4, a possibilidade de falência é bem real. Uma jogada clássica em 18xx é construir uma empresa ao ponto de ser muito atraente

         para outros investidores, esmifrá-la de dinheiro, vender os seus comboios a outra empresa nossa, e por fim vender todas as nossas acções nessa empresa, baixando a sua cotação no mercado

         e passando o controlo e responsabilidades desta empresa falida para quem for agora o sócio maioritário. Sofrer esta jogada é absolutamente devastador psicológicamente. Essa pessoa fica

         obrigada a recuperar o funcionamento da empresa a partir do seu próprio dinheiro, deixando o jogador muitas vezes falido. No entanto, fazer esta jogada a outros é MUAHAHAHAH!!!!

 

9       Escassez e o Futuro.  Uma cena que é importante mencionar, é o quão raros estes jogos são. Que eu saiba, existem 3 ou 4 títulos que foram comercializados em massa: 1846, 1830,

         1844/1854. Mais recentemente começaram a dar sinais de vida no Kickstarter - 18Lilliput (para iniciados) e o 18CZ (para iniciados + ), e com campanhas a decorrer no momento em que

          escrevo isto, temos o 18Chesapeake (para iniciados - ), e o 1824 (para veteranos). Fora estes, a grande maior parte dos títulos são print on demand de uma das 3 empresas que o fazem:

          a Deep Thought Games, a Golden Spike Games, e a All Aboard Games. Esta escassez leva a que o preço de um 18xx menos mainstream passe dos €100 muito facilmente. No entanto

          como já referi, parece que o Kickstarter e um novo interesse no nicho está a despoletar uma pequena vaga de disponibilidade de alguns títulos. Quem sabe ainda veremos mais jogos destes

          nas nossas FLGS em breve.

 

10     Só para rijos.  Só para resumir: os livros de regras são densos, a duração dos jogos é longa, a interacção é cruel, o preço é alto, a disponibilidade é baixa, a qualidade dos materiais é fraca,

          a informação é obscura, os jogadores sãos raros. Então porquê subir a bordo? Para mim, estes jogos simbolizam tudo o que quero num jogo de tabuleiro. Não só sentir o controlo da minha

          estratégia mas também identificar a razão pela qual falhou, quando falha. Jogos intensos de confronto directo em várias frentes, a puxar pelo cérebro até fazer fumo. Especialmente porque sei

          que quando sinto que um 18xx já estiver a dar as últimas, há uns quantos já na calha para impedir a ressaca.

 

     

          Choo choo, motherfuckers.

 

 

           

  

 

Boas jogatanas e até à próxima!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

+1

Grande artigo, pela pequena abordagem que tive ao sistema 18xx creio que resumiste muito bem a génese da coisa.
Cada título tem a sua especificidade ao nivel da regras, não se restringindo apenas a um visivel mapa diferente ou a configurações de companhias ferroviárias.
Pessoalmente o meu interesse neste tipo de jogos tem sido o facto de preferir jogos de teor económico e já preciso de uma "dose" um pouco maior para lá do medium-heavy. E claro, acho que a interação entre os jogadores é brutal!
Venha de lá mais um artigo destes!!!

Excelente artigo

Boa boa! Faz muita falta quem queira jogar 18XX por cá. 

A grande dificuldade para os novos jogadores, para além de se desfazerem das companhias que fundam, é perceber que em todos os momentos do jogo há sempre quem esteja melhor, i.e. não é um jogo de quem está a ganhar mais, mas sim de quem está a perder menos ;) Quando se dá o click, o sistema ganha uma nova dimensão e profundidade. 

Estou sempre disponível para jogar e ensinar a quem queira.

Abraços

Parabéns

Gosto de 18XX mas estou muito longe de ser especialista. É daquele tipo de jogos que quando jogo com quem sabe jogar sinto que a qualquer momento irei fazer uma jogada de newbie e acabar entalado. zombie

 

Parabéns pelo excelente artigo. yes

18 qq coisa

Talvez um pouco por tua influência também, jogamos um primeiro 18XX a semana passada.

Sim, tivemos que usar calculadora e sim, houve interação.

Experimentamos o Poseidon.

https://boardgamegeek.com/boardgame/76417/poseidon

Não é sobre comboios, mas sobre o comércio marítimo na Antiguidade grega, no mar Egeu e Adriático.

Não gerimos companhias ferroviárias, mas diferentes cidades-estado e as suas trocas comerciais.

Não se passa no século XIX d.C. , mas no séc. V a.C.

Mas é um 18XX.

Foi uma experiência interessante.

Ainda quero jogar o 1830, pelo menos enquanto se aguentar no top100, dos strategic, no BGG

PedroV

Um dos meus designers

Um dos meus designers preferidos! Lonny Orgler!

Obrigado pelo feedback,

Obrigado pelo feedback, malta!

Excelente artigo Francisco!

Estas a pensar em escrever com mais detalhe acerca de alguns deles?

 

 

Boa pergunta! Tenho andado a

Boa pergunta! Tenho andado a testar as águas para perceber o interesse da malta em 18xx mas teria todo o interesse em falar mais sobre isso!

O que faria mais sentido é explorar dois ou três títulos de introducção num primeiro artigo e depois diversificar com uns mais avançados

Tinhas interesse em algum em especial?

Honestamente, tinha interesse

Honestamente, tinha interesse em saber com qual começar. Talvez um artigo sobre isso fosse intessante. Tal como disseste, sobre  2 ou 3 de entrada para os noobs tal como eu que têm interesse em experimentar :)