Werewolves na sala de aula

Retrato de Gwaylar

Gostaria de partilhar esta minha loucura de levar este jogo tão inocente para a minha sala de aula. Hoje em dia, inovar é verbo participante na carreira de um professor, contudo falar de lobisomens e morte macabras necessita de algum cuidado. :-) Mas mesmo assim, aventurei-me.

Assim, os meus grupos de aldeões são crianças, meros aprendizes, aos quais este gostinho pela partilha e por conhecer as regras pode já ser incutido. De notar, que a minha forma de relatar os acontecimentos foi mais diminuta e cuidada aquando das descrições. Contudo, esta foi a opinião dos miúdos."quando jogamos outra vez, teacher!", "Não conhecia jogos assim!"entre muitos outros comentários.

De um modo geral, os meus alunos aderiram à temática e conseguiram entrar no fantástico mundo das personagens e do roleplay. Eu, pessoalmente, estava renitente quanto ao empenho dos mesmos, já que esta comunidade é um pouco "especial", mas compreenderam e eu adorei a experiência. Acho que vou tentar com outros jogos, mas gostava da vossa sincera opinião. Quais? Tenho turmas que vão dos 12 aos 25 alunos com idades dos 7 aos 9 anos.Aguardo sugestões.

******

 

Xana

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Hmm...

Já introduzi muitas vezes o Werewolves nas minhas aulas com um bom nível de sucesso. Raios, já o joguei num casamento e teve grande sucesso.

Uso-o como ice-breaker nas aulas de apresentação para compreender as dinâmicas de grupo e identificar dificuldades cognitivas e como jogo especial de celebração do Halloween.

De resto já introduzi um RPG de Superheróis (em formato de comic!) em Língua Inglesa onde orientei a criação de personagens para aprofundar o domínio lexical.

De resto pouco mais. Se pesquisares existe por aqui no AbreoJogo um tópico só sobre jogos bons para um público jovem e uma sobre as experiências do Pombeiro e a sua esposa com os jogos numa escola primária.

Nunca tentes é jogar Long Live the King com os teus alunos.... Confia em mim.

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.wordpress.com - Viajando pelos mundos do RPG!

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Pois...

jrmariano escreveu:
Se pesquisares existe por aqui no AbreoJogo um tópico só sobre jogos bons para um público jovem e uma sobre as experiências do Pombeiro e a sua esposa com os jogos numa escola primária.

 

Como diz o Mariano: Going to school and back again, com a preciosa ajuda do Vasco.

 

Qt ao Werewolves, nunca experimentei assim numa sala de aula, mas já o fiz com grupos com miúdagem e foi sempre um sucesso!!

 

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Excelente...

Parabéns pela iniciativa! Fico contente que tenha sido bem recebido. Não há muito tempo ofereci uma cópia do Werewolf à minha prima para ela tentar usar com os seus alunos. Ainda não sei resultados.

Posso sugerir-te, assim de repente, um Wits & Wagers por equipas. O problema é a dimensão do grupo... se os puderes separar tens mais opções, claro. Há sempre o Rythm & Boullet... Pow Wow...

Boa sorte!

-

Gamer profile

Jogos ...

boas, eu posso falar um pouco devido à experiência que tenho como formador do Programa de Matemática para Professores do 1º CEB e tb como professor de Matemática em geral.

Desde que comecei a dar esta formação à 4 anos na ESE da Guarda que tento que os meus professores/formandos levem para as suas salas de aula jogos...! No início mostram-se um pouco relutantes, como é que a Matemática está nos jogos? Faço-os ver que existe muito mais por detrás do que um simples jogo e que no meu caso em particular, existe muita Matemática dentro e fora de um jogo. Mostrando que jogar um jogo em grupo, permite mobilizar atitudes, desenvolver o respeito, compreensão de regras, favorece a concentração e a atenção, tudo factores extremamente importantes na área da Matemática.

Assim para miúdos do 1º ano proponho sempre um Halli Galli (4 jogadores), para trabalhar a decomposição do 5 e para testar os niveis de atenção e cálculo mental. No 2ºano, o Snorta (7 jogadores), basicamente serve para testar a memorização e a atenção. no 3ºano e 4ºano proponho o Jungle Speed (5 a 6 jogadores).

Tenho trabalhado com estes e os miúdos gostam bastante...

Cool

 

----------------------------

...Para mim o Sol quando nasce é ... Verde...!

Antes de saber da

Antes de saber da existência do Werewolves, já jogava a sua versão soft, com lobos na vez de lobisomens. E fiz uso dela em aulas e em encontros/ ensaios de teatro. Raios, o jogo até acabou por dar origem ao nome do grupo! Aconselho a maiores de 14. Nem sempre é bem jogado à primeira, mas depois disso não querem outra coisa.

 

Volgoque veritas iam attributa vino est.
Plinius Maior, Naturalis Historia Liber XIV, 141

Mais testemunhos...

Bravo!

Parabéns!

 

Iniciativas como esta são fundamentais! Mais do que jogar é neste momento divulgar o hobbie.

E já tens uma mão cheia de sugestões!

Go Werewolfs!!

 

Dice Tower Video

provavelmente ja conhecem mas de qualquer forma fica aqui um video duma sessao de werewolves na numa sala de aula:

http://www.youtube.com/watch?v=NshXRaWKLhU&feature=related

 

LT

Pessoal, agradeço imenso

Pessoal, agradeço imenso as ideias e os relatos de todos os momentos em que os lobisomens dominaram!!

Um abraço e espero ver-vos, a todos, aqui por esta zona abandonada!!!

 

Xana

A didactização dos jogos

No ano passado, introduzi o werewolves na sala de aula numa turma de 10º ano. Claro que fi-lo por saber que a turma adere com facilidade a novos desafios e por ser uma turma especial. Era a ultima aula do 2º período e propôs-lhes essa nova descoberta. Adoraram. Após o início do 3º período, não se "calavam" com o lobisomem. Agora, no 11º ano, além do lobisomem, acrescentei um novo jogo, o  rithme and boulet. Eles adoraram.

Tenho que acrescentar que o bichinho dos jogos foi, também, transmitido aos restantes colegas de escola, por isso, no passeio final de ano, a epidemia alastrar-se-á.

Protejam-se...Happy Meeple