O que vais fazer no Domingo de tarde?

Retrato de JohnnyBeGood

Domingo à tarde... o que fazer?

 

Há quem fique em casa a "distribuir" as calorias do almoço pelo corpinho, enquanto vê a "Estreia" da tarde na caixinha mágica. Outros passeiam o clã na avenida junto à praia a velocidades vertiginosas de 20KM/h enquanto saboreiam os últimos raios de sol antes da entrada do inverno mais duro.

Há aqueles ainda que vão até ao aeroporto ver os aviões a descolar e a aterrar (emocionante!).

E depois há aqueles que contrariados da vidinha deles, vão até um shopping perto de casa, passear os olhos pelas montras (elas!) - eles vão "lavar as vistas".

 

Dentro dos que vão até ao shopping, ou centro comercial, há ainda uma ínfima percentagem que vai até ao centro comercial para partir pedra, ser magnata de uma qualquer indústria, ou mesmo cavar batatas e ordenhar ovelhas.

Sim esses! Os maluquinhos dos jogos de faz-de-conta que as minhas ovelhas reprocriaram, ou, o neandertal lançou um D6 e saiu-lhe uma abóbora na rifa - só uma! que hoje não é o teu dia... tivésses tirado um 5 e usado a sachola e tinhas direito a dois nabos e um raminho de salsa.

Os maluquinhos que se apresentaram foram: Dugy, Asur, Mallgur e eu próprio (insanidade temporária!). O Nazgul também por lá esteve e o Rick Danger - o Nazgul ainda se armou em Neandertal e em Magnata da corrente electrica - mas de resto esteve agarrado a D&D. Mais tarde chegou a FemmeFatale e ainda andou a dar uso à sachola.

Bute lá a ver o filme!

 

Quando cheguei com o Dugy, já o Asur se lamentava não ter o Agricola com ele para ir cavando umas batatas sózinho.

Duas de letra à porta do Cristal Park e eis que chega o Mallgur com o Memoir debaixo do braço.

Já nós tinhamos o "Idade da Pedra" montado, e chega o Nazgul ainda a tempo de se sentar. Pequenos instantes antes de começarmos o "dice-fest", fiz uns lançamentos de habituação aos dados... porreiro pá! 1+1+1... isto vai ser bom!

Não vou entrar em detalhes sobre a barbaridade que é para mim jogar aos homens das cavernas... ooops!... homens das palhotas! A questão é que fico sempre com a sensação de que estou a jogar Airships de moca na mão... só falta lá a "maria" para eu a arrastar pelos cabelos.

(NOTA MENTAL: da próxima jogar "Idade da Pedra" com uma variante de que te falaram).

Claro que não me saí bem na "Idade da Pedra", mas também eu sou mais uma pessoa que gosta da Idade Medieval... eu é mais malha de aço!

Com o Nazgul a migrar para o D&D com a chegada do Rick Danger e do Paulo (se não me engano), passamos a um Amun-Re (rapidinho que o Mallgur tinha que ir e o Asur também).

O Pedro explicou o jogo rapidamente (eu já o tinha jogado, mas foi bom relembrar as regras).

Sendo o jogo que é, lá vai leilão... Quem não se deu bem como jogo foi o Dugy (deixa lá... o primeiro milho é para os pardais!) e o Mallgur (que embora seja o que de nós conhece melhor o jogo, fez uma partida desastrosa).

Sendo a sua primeira vez com o Amun-Re, o Dugy sobre-dotou uma província com pirâmides no primeiro reino. Claro que para o segundo reino aquela província era por demais "apetitosa" e eu já a tinha "fisgado". Poupei uns dinheiritos e fiz uma licitação fora do alcance. Azarito meus amigos!

 

Já só eu, o Dugy, Asur e o Nazgul (voltado das aventuras de D&D), metemos mãos-à-obra na rede eléctrica da China.

Este mapa é de deixar os olhos em bico mesmo. Mercado estranho, mapa estranho e jogadores a estranhar as possíveis direcções a seguir.

Timidamente lá iniciamos o jogo. Eu apostei numa posição defensiva (onde não me pudessem encurralar, o Dugy e o Asur um pouco mais abaixo, mas encostados ao mar, e o Nazgul descontraidamente afastado de todos.

Inicialmente adivinhavam-se atritos junto ao mar, uma vez que estavam muito próximos, mas afinal foi mesmo o Nazgul que entalou a coisa toda ao construir uma verdadeira muralha que cortava a todos o acesso a uma das regiões.

A dada altura o Dugy e o Asur ficaram enclausurados, sendo que eu lá consegui fugir para a dita região.

Com o tempo lá arranjei electrões suficientes para pagar uma ligação de 25 e fugir para um canto do mapa.

O jogo foi quase sempre liderado pelo Nazgul, mas no fim ele cometeu um erro crasso ao comprar uma fábrica que apenas lhe permitia alimentar 16 cidades o que me deixou caminho aberto para comprar uma fábrica que me permitiu alimentar 18.

Entretanto a FemmeFatale chegou, o Nazgul foi-se embora e (enquanto o Sporting levava no canastro com tranquilidade na TV) jantamos qualquer coisa.

Sem mais gente para ajudar a cavar batatas, eu, o Dugy e a FemmeFatale lá nos embrenhamos no mundo da agricultura.

Decididamente, jogar com as cartas de ocupação e de melhoramentos menores é uma perca de tempo.

Para fazer 23 pontos não preciso de andar às aranhas com 14 cartas. Perda de tempo!

É bonito... diferente... e tal e coiso... mas para a próxima nem quero saber das cartas... jogo à "familiar".

O Dugy venceu esta com 2 pontos de vantagem... mas porque um dos meus familiares foi limpar o curral das ovelhas e escorregou!

E lá se foi o Domingo... sem ver os "aviões", no aeroporto ou no shopping... muito triste mesmo!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Report

Excelente reportagem.

Os dados deram-te a volta à cabeça... foi o Mallgur que jogou o Stone Age e não o Nazgul.

No comments quanto à história dos dados. Já no Amun-Re, gastei todas as munições na 1ª epóca e depois... faltou dinheiro para fazer a diferença.

O PowerGrid foi apertadinho... demasiado apertadinho. O Nazgul redesenhou a muralha da China... Surprised

No Agricola, aconteceu o inevitável. Ganhou a quintinha mais equilibrada. Quando se pontua negativamente em algumas categorias, não é fácil lutar pelo título de "Quintinha mais catita" lá da terra.

5 * este encontro "Off-topic".

A repetir...

Abraços malta

Mapas

Sempre tão arranjadinhos...é bem mais aliciante redesenhar os mapas a nosso gosto.

Não há nada mais salutar do que o caos organizado...

;)

_____________________________________________________________
"Artificial Intelligence is no match for Natural Stupidity."