Power Grid - Fase 2

De volta à carga depois de um tentativa gorada começamos mais um jogo de Power Grid. Desta vez com a experiência do dia anterior o inicio foi bastante rápido e o jogo segue de maneira sempre rápida.

Consegui desde o inicio do jogo manter-me à frente na guerra das cidadesdevido a um erro de expansão de rede da minha namorada, mas esse facto custou-me duas centrais de energia renovavel. Aliado ao facto que os meus custos de produção são mais altos a minha namorada controla os dois mercados.

Chegados à fase dois, ela conseguiu aumentar várias cidades invadindo o meu anterior monópolio, apesar de conseguir manter-me à frente ela ainda mantém superioridade económica.

Mais uma vez o sono levou a que interrompessemos o jogo, mas desta vez ficou em cima da mesa para o acabar-mos hoje.

As regras são simples e fáceis de apanhar, embora ainda cometemos um pequeno erro que corrigimos com o jogo a decorrer.

 

MadCat

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

MadCat escreveu:

MadCat escreveu:

[]Aliado ao facto que os meus custos de produção são mais altos a minha namorada controla os dois mercados.[]

 

Dois mercados? Na versão base tens os mapas EUA e Alemanha e só existe um mercado disponível.

Só o Mapa da Coreia é que tem 2 mercados... ou será que te referes ao controlo de 2 tipos de matéria (ex: Carvão e petróleo)?!

 

«Mais vale estar calado e julgarem-te um idiota, do que abrir a boca e dissipar todas as dúvidas.»

 

Herrar é umano.

Centrais e Matérias

Mercados das centrais e mercado das matérias.

Compreendido

Ok, entendi. Mas não vejo como ela poderá controlar o mercado das centrais... esse funciona por Bid... por isso não estava a perceber. 

«Mais vale estar calado e julgarem-te um idiota, do que abrir a boca e dissipar todas as dúvidas.»

Herrar é umano.

Money rules

Além de ser tarde, ela tinha mais dinheiro. As poucas vezes que lutamos por centrais acabei por sair por baixo.