Março - Algumas melhoras...

Retrato de Mallgur

Bom. As melhoras não foram só a a nível de saúde mental, graças às quais a música de Tom Jobim se mantém mais digna, mas também a nível de jogos. Mais uma partida que o ano passado, mais um jogo diferente em termos de variedade.

Homesteaders foi o jogo que mais joguei, ainda fresco de Fevereiro e cada vez mais interessante. Depois foi Tzaar, também uma aquisição recente.

Foi neste mês, dominado pela excelente TrincaCon, que pude experimentar algumas coisas que despertavam a curiosidade.

Through the Ages: A Story of Civilization será talvez o mais falado. A sede de um jogo de civilização que se possa jogar em tampo decente para a vida atarefada que temos, tem feito deste título um sucesso. É sem dúvida um bom jogo e gostei bastante da experiência, mas creio que terei que o jogar mais algumas vezes antes de aderir à legião de fãs. Estava à espera de mais envolvimento temático e não o senti. Não que isso seja muito importante para mim, mas a verdade é que os seus maiores admiradores apontam isso mesmo como factor diferenciador. Talvez com mais partidas...

Pelo contrário, o Dungeon Lords agradou-me mais do que estava à espera. Não muito mais, note-se, mas estava à espera de bem pior.

Planet Steam também foi uma experiência nova e agradável. É um económico puro num ambiente SteamPunk com uma sobre-produção brutal, mas um bom jogo.

Pude também experimentar uma ronda do War of the Roses: Lancaster vs York que me pareceu ter potencial. Infelizmente não pudemos concluir o jogo, mas ficará para uma próxima oportunidade.

Fecho com Thurn and Taxis que já não jogava há tanto tempo que até aparece como novidade... E foi bom voltar a jogá-lo. Às vezes estas longas pausas ajudam a apreciar as experiências... Se calhar é por isso que me atraso tanto neste blog! Tongue out

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Mallgur escreveu: Planet

Mallgur escreveu:

Planet Steam também foi uma experiência nova e agradável. É um económico puro num ambiente SteamPunk com uma sobre-produção brutal, mas um bom jogo.

Quinta-feira? Tongue out Bámos néssa Bánessa?

 


Top10:

Até pode ser...

Sou gajo para isso. Vou levar outra vez a minha colecção de jogos expandidos, mas não faço questão de os jogar. Na altura vê-se.

-

Gamer profile