Campanha em Mystara (D&D 3.5) - Porto

Retrato de Nazgul

Bem vindo. Aqui podes discutir a campanha a decorrer no mundo de Mystara com as regras de D&d 3.5

Retrato de Rick Danger

Joga RPGs no InvictaCon! Vê aqui as sessões e pré-inscreve-te.

2011-10-08 10:00
Local: 

Eurostars Oporto Aparthotel

Retrato de Rick Danger

Dark Sun Game Day no Porto dia 21 de Agosto

2010-08-21 14:00
Local: 

Centro Comercial Crystal Park (em frente ao Museu Soares dos Reis)

Retrato de Rick Danger

Primeira semana "Leia um Livro de RPG em Público"!

-00-00
Local: 

Evento Mundial

Retrato de Nazgul

2ª Sessão - Preparativos à chuva

Enquanto Landlin procura as ervas necessárias para fazer as suas poções, chega ao cais Calo Brownhill, o halfling ranger que se tinha separado do grupo por um dia para ir visitar um conhecido à vila de Mar.

Liandri dá a sua benção aos dois comerciantes que partem para Darokin City e recebe dois Daros por tal.
Juntamente com Calo, o clérigo fica a saber, junto dos barqueiros, que a barca que pertence a Bancohr está atrasada.

Durante o almoço, Liandri e Bancohr discutem os termos do contrato e aceitam usar o de Bancohr, que tem o selo do DDC(Darokin Diplomatic Corps) gravado. De resto são muito semelhantes.

Retrato de Nazgul

1ª Sessão - O Cais do Canal

Durante o mês de Thaumont, início da Primavera do ano 1004 AC, um grupo de intrépidos aventureiros chega ao Cais do Canal, um local junto ao canal de Athenos onde se faz a travessia de caravanas terrestres, através de barcas.

Este grupo é constituido por Charir Caex um dragonborn Duskblade, Landlin um anão Wizard e Liandri Keldor um humano clérigo seguidor do imortal Asterius.

Chegados ao cais dirigem-se à única estrutura do local (tirando uns barracos com aspecto de serem armazéns), a estalagem Guarda-Rios.

Lá dentro falam com o dono, um humano de aspecto cadavérico de nome Thomas, os seus dois obesos filhos Eldram e Francino onde Liandri trava conhecimento amigavel com Thomas.

Retrato de Aramoro

Background - Charir Caex tibur Draeth Caerlyn

Draeth era um rapaz normal, nado e criado numa pequena aldeia nos arredores de Sablestone, uma pequena cidade no principado de Glantri. Tal como todos os homens da sua familia, serviu no exercito, aprendendo o manejo das armas e noções básicas de estratégia, que lhe foram úteis mais tarde, quando se estabeleceu como guarda de caravanas. Casou e teve um filho, e a vida parecia-lhe perfeita.

Retrato de LadyEntropy

A Vida Real Ataca de Novo

Carissimos:

Tenho más noticias.

Bom, por um lado são boas, por outras são más... a verdade é que, inesperadamente fui chamada para fazer um curso de formação, com um possivel emprego em perspectiva, mas infelizmente, significa que vou estar ocupada todos os dias da semana até ás 19 horas durante cerca de dois meses (e ainda não sei como vai ser com a formação). Só na sexta feira soube que tinha sido aprovada, mas isso imediatamente arruinou as minhas chances de jogar.

Com sorte, consigo um horario semelhante ao do Rick, e posso mais tarde voltar a juntar-me a vcs.

Acham que vale a pena postar o background que tinha preparado, ou deixo isso para quando realmente poder jogar?

Retrato de Rick Danger

Personagens: Liandri Keldor

Vou aproveitar para ir pondo aqui o material para criação desta personagem.

O background é relativamente simples:
Temos o filho mais novo de uma família de mercadores que, gozando do dinheiro do pai, passou a sua adolescência entre festas, mulheres, vinho e dias a dormir. Porventura, o moço até terá as suas capacidades - um certo carisma e instinto para o negócio - mas, não se livrando da fama de inútil e irresponsável, o pai decide que ele não tem futuro na profissão de mercador e, a pedido de sua mãe, arranja maneira do filho ser iniciado como clérigo da Igreja de Karameikos.

Retrato de Nazgul

Bem Vindo a Darokin

REPÚBLICA DE DAROKIN

Introdução

“Aquele que tem o ouro faz a regras.”
Um velho ditado Darokiniano

Em Darokin, a riqueza é poder. Não há lugar nesta terra para o bruto que resolve tudo pela força. Darokin sobreviveu pela inteligência, pela negociação, e pela astúcia, isto apesar de estar rodeada por poderosas nações bárbaras.

De facto, os Darokianos conseguiram prosperar ao longo dos anos, estabelecendo-se como os mestres incontestados do comércio terrestre. E, como vizinhos mortos são maus parceiros comerciais, tornaram-se também adeptos na arte da diplomacia.

Bem vindos a Darokin