Dark Sun (D&D 3.5)

Um antigo mundo verdejante e rico tornou-se num deserto àrido e hostil para com todas as formas de vida, devido à ganância e sede de poder de magos ancestrais, que esgotaram as riquezas da terra para alimentar os seus feitiços, tornando-se pelo caminho em Dragon Kings, que reinam supremos nas suas cidades-estados e guerreiam entre si constantemente.

Usando uma conversão de Dark Sun, que foi editada na revista Dungeon e na Dragon, para o sistema 3.5 decidimos começar esta campanha de D&D.

Jogadores:
RedPissLegion - GM
jrmariano
Rui
BarenddDagnal

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

O Tiago...

Assina como Barendd Dagnal, acho eu.

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Carnivale

Não sei o quão estranho irá ser encontrar um displacer beast ao mesmo tempo que pregamos os valores da água no deserto, mas gostava que a coisa fosse mais sobre as populações enganadas por nós do que sobre o "monster of the week". Faço-me entender? :-)

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Dá-me um exemplo de uma

Dá-me um exemplo de uma aventura feita segundo esse paradigma.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Houve alguma vez alguma

Houve alguma vez alguma aventura feita sobre este paradigma? O_o

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Que eu saiba não, por isso

Que eu saiba não, por isso é que estou a pedir um exemplo da tua cabeça hehe.

Como é que gostavas de ver aventuras montadas sobre essa ideia.

Pergunto porque a tua sugestão apanhou-me um bocado fora de jogo do que eu estava à espera e pensar fazer hehe, por isso queria ver no que é que estavas a pensar. 

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Ah ok, não tinha percebido.

Ah ok, não tinha percebido. ;-)

A minha ideia, e o resto do pessoal concordará ou não, era fazer uma trupe ambulante a vender água pelo deserto e a enganar a população. Como o meu perso é CG isso até podia dar umas situações giras.

Nota que isto não tem que ser completamente antagónico com a tua ideia! Não faço ideia do que estavas a planear, mas acho piada a esta coisa e talvez se pudesse misturar. Digo eu. :D

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

O que eu tinha pensado era

O que eu tinha pensado era rolar os vossos mapas-r, criar aventuras que vos dissessem algo como PCs (se quiseres posso mostrar-te o que me saiu para esta primeira aventura) e depois atirar-vos plot hooks cheios de neon e irmos à aventura para ver o que saia dai.

A única coisa que acho complicada em conciliar esta ideia com a tua, é conseguir confinar as aventuras a uma cidade/aldeia usando todos os elementos dos mapas-r, visto muitos desses elementos serem externos e parece-me um bocado forçado confinar a sua influência num só sítio.

Por mim podemos tentar, sou todo a favor da experimentação para descobrir novos ou inexperados resultados. 

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Olha, e se nós jogadores

Olha, e se nós jogadores tivessemos um pouco mais de trabalho e desenvolvêssemos um pouco mais o nosso BG? Do género, "andei fugido nesta zona, este e aquele ajudaram-me, o outro prejudicou-me", o que te dava permissão pra introduzir npc's; uma espécie de r-map alargado, se quiseres.

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Hmm...

Talvez se pusesses algo indirectamente relacionado com os elementos do mapas-r?

Tipo: se o elemento é o esclavagista e é ridículo pô-lo na aldeia porque não pôr um dos agentes dele a fazer um levantamento da "matéria-prima" ou ver comos os PCs lidam com a passagem dramática desse NPC na aldeia e como tal facto pôs toda a gente da aldeia com um ódio a estranhos? Ou como ajudar alguém a não morrer de sede no desertp quando este foi um dos causadores de tanto infortúnios no passado dos PCS? Ou deixar ou não esse NPC maldito morrer devorado por um monstro? 

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Ou que tal usarmos antes

Ou que tal usarmos antes outro sistema que seja melhor para lidar com esse tipo de histórias do que D&D? hehe.

Sinceramente esse é tipo de situações parece-me mesmo muito fixe e gostava de jogar isso, apenas não acho que D&D (com o sistema virado para combate táctico) seja o melhor para o fazer. Continuo a votar em Mortal Coil para isso.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Isso é errado e está aí o

Isso é errado e está aí o DK que não me deixa mentir.

Se a cada encontro designares uma dificuldade e um XP por ultrapassar (compreendendo ultrapassar como matar os monstros ou convencer os maus) então tens um sistema que se adapta a qualquer situação, seja de combate táctico seja de combate social. :-)

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Isso já existe e eu

Sim eu conheco isso, basicamente recebem o mesmo XP que receberiam se tivessem morto a coisa, o que conta é o CR do desafio/criatura/armadilha/o que for que vocês resolverem não como vocês o resolvem.

Os problemas com uma campanha muito mais virada para esse lado são o s seguintes:

- A não ser que andem em mass preaching pelas aldeias vão receber menos XP por confronto, porque estão menos oponentes envolvidos;

- As diferenças práticas entre um PC de nível 1 e 5 (exemplo) são basicamente os ranks nas skills sociais (que pode ser muito poucas se não forem class skills), o will save e talvez o charisma. De resto as bonificações de subida de nível tornam-se irrelevantes, Base attack bonus, Feats, special abilities, spells (tirando alguns de charm person ou assim), armas, etc;

- As recompensa podem possivelmente ser menores (depende do que chularem nas aldeias hehe), devido a haver pouco loot;

- Não podem usar e tirar proveito de manobras para vos ajudar nos conflitos;

Se me lembrar de mais aviso hehe, mas o que quero dizer é que ao não estarmos a tirar o máximo proveito destas mecânicas estamos a usar apenas umas décimas do sistema total, acho que para isso pegamos no universo de Dark Sun (não é assim tão complexo) e transportamo-lo para um sistema que seja mais focado naquilo que vocês querem (que, repito, me parece um ideia muito fixe)

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

RedPissLegion escreveu:

RedPissLegion escreveu:

Sim eu conheco isso, basicamente recebem o mesmo XP que receberiam se tivessem morto a coisa, o que conta é o CR do desafio/criatura/armadilha/o que for que vocês resolverem não como vocês o resolvem.

Os problemas com uma campanha muito mais virada para esse lado são o s seguintes:

- A não ser que andem em mass preaching pelas aldeias vão receber menos XP por confronto, porque estão menos oponentes envolvidos;

- As diferenças práticas entre um PC de nível 1 e 5 (exemplo) são basicamente os ranks nas skills sociais (que pode ser muito poucas se não forem class skills), o will save e talvez o charisma. De resto as bonificações de subida de nível tornam-se irrelevantes, Base attack bonus, Feats, special abilities, spells (tirando alguns de charm person ou assim), armas, etc;

- As recompensa podem possivelmente ser menores (depende do que chularem nas aldeias hehe), devido a haver pouco loot;

- Não podem usar e tirar proveito de manobras para vos ajudar nos conflitos;

Se me lembrar de mais aviso hehe, mas o que quero dizer é que ao não estarmos a tirar o máximo proveito destas mecânicas estamos a usar apenas umas décimas do sistema total, acho que para isso pegamos no universo de Dark Sun (não é assim tão complexo) e transportamo-lo para um sistema que seja mais focado naquilo que vocês querem (que, repito, me parece um ideia muito fixe)

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Sim e não.

Receber menos xp apenas implica que os PCs irão subir mais lentamente de nivel, o que em 3.5 não sei se será tão mau assim apreciar mais cada nivel ao invés da subida meteorica que é.

O unico aspecto que pode ser mau é mesmo a questão do loot, mas ai, já fica ao DM tratar disso :P

Quando sobem de nivel há varios feats por ex para melhor a acção social, claro que em combates ficariam mais fracos, mas ai afinal se optam por um estilo de jogo especifico...

Na minha opinião podem fazer de tudo um pouco e equilibrar a coisa, mas ai claro depende do que os intervenientes quiserem fazer.

Rui escreveu: Isso é

Rui escreveu:

Isso é errado e está aí o DK que não me deixa mentir.

Se a cada encontro designares uma dificuldade e um XP por ultrapassar (compreendendo ultrapassar como matar os monstros ou convencer os maus) então tens um sistema que se adapta a qualquer situação, seja de combate táctico seja de combate social. :-)

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

Sem contar xp dado por roleplay e afins. Tens tudo para fazeres o que queres em Dark Sun com D&D 3.5, montes de feats também para coisas sociais e afins!

good ol' hackin' and slashin'

RedPissLegion escreveu:

Ou que tal usarmos antes outro sistema que seja melhor para lidar com esse tipo de histórias do que D&D?

Sim, eu estava com vontade de ouvir falar dos vossos dungeon crawlings através do deserto :) mas suponho que já conhecem a minha opinião sobre D&D.

Esse argumento do "ah, mas também dá para roleplay e drama social" não me convence. Algo me diz que D&D se preocupa mais com a maneira certa de usar um Whilrwind Attack do que com um bónus de +4 a Bluff.

Se o combate táctico e gestão de recursos vos aborrece, joguem com outro sistema nos intervalos ;)

Rick Danger escreveu:

Rick Danger escreveu:

RedPissLegion escreveu:

Ou que tal usarmos antes outro sistema que seja melhor para lidar com esse tipo de histórias do que D&D?

Sim, eu estava com vontade de ouvir falar dos vossos dungeon crawlings através do deserto :) mas suponho que já conhecem a minha opinião sobre D&D.

Esse argumento do "ah, mas também dá para roleplay e drama social" não me convence. Algo me diz que D&D se preocupa mais com a maneira certa de usar um Whilrwind Attack do que com um bónus de +4 a Bluff.

Se o combate táctico e gestão de recursos vos aborrece, joguem com outro sistema nos intervalos ;)

E já tentaste usar o sistema para coisas sociais ou é mesmo dizer mal por dizer mal?

d20, o mega-ultra-universal!

Demonknight escreveu:

E já tentaste usar o sistema para coisas sociais ou é mesmo dizer mal por dizer mal?

Já, mas desde quando ser melhor numa coisa do que noutra é mau? Não vejo nada de mal em D&D, pelo contrário. Agora talvez me queiras responder neste thread, esta é uma discussão entre o grupo do Red, talvez não devesse ter intervido.

Nice, depois quero ler

Nice, depois quero ler resumos, a mecanica inerente atrai-me bastante e estou a pensar incorporar algumas coisas na minha campanha.

Obrigado pelo interesse

Obrigado pelo interesse DemonKnight, vou tentar não me atrasar muito a escrevê-los hehe.

Não percebi foi esta parte:

DemonKnight escreveu:

mecanica inerente atrai-me bastante e estou a pensar incorporar algumas coisas na minha campanha

De que mecânica falas?

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Exprimi-me mal, era mais o

Exprimi-me mal, era mais o setting que me agrada, toda a luta pela sobrevivência inerente ao mesmo.
Das mecânicas em si a parte dos despoilers é deveras interessante.
E claro o psionic R us do setting