Soundtracks para RPGs

Quem daqui usa musica para acompanhar as sessões de RPG? Eu lembro-me da Casus Belli, nas suas aventuras que trazia, trazer que musicas serem tocadas em determinado momentos.

E que músicas se adequam melhor a que RPGs?

Eu cá usaria a musica do 300 para Conan, a soundtrack do Conan The barbarian para qualquer mundo de fantasia e qualquer banda de Doom Metal, em especial de Funeral Doom Metal, para Promethean.

O que me leva à seguinte questão, será que música numa sessão ajuda a criar um ambiente mais sólido e rico ou simplesmente distrai e causa confusão por consequência?

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Musiquinha linda!

Eu usei, com grande efeito, da banda sonora do Prince of Persia na minha campanha de Exalted no Sul, além de vária música árabe, criando assim grande ambiente.

Já vi usarem jazz para Call of Cthulhu.

Agora que vou fazer supers em Londres dos anos '80, gostava que alguém me recomendasse uma banda sonora. :-)

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

música

Duran Duran, The Cure, Culture Club, Michael Jackson, Dire Straits, Dexy's Midnight Runners, The The, Lionel Ritchie, Stevie Wonder, Spandau Ballet... Atenção, algumas destas escolhas podem danificar a sanidade mental. You have been warned!

"I want Rustlers, Cutthroats, Murderers, Bounty Hunters, desperados, mugs, pugs, thugs, nitwits, halfwits, dimwits, vipers, snipers, con men, indian agents, mexican bandits, muggers, buggerers, bushwackers, hornswaglers, horse thiefs, bull dykes, train robbers, bank robbers, asskickers, shitkickers and METHODISTS!"

Sans la liberté de blâmer, il n'est point d'éloge flatteur - Beaumarchais

I don't believe in the concept of "One True Game" - Steve Kenson, Icons

Musica

A tua assinatura é maior que o teu texto O_o

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Ena!

Verbus escreveu:
"I want Rustlers, Cutthroats, Murderers, Bounty Hunters, desperados, mugs, pugs, thugs, nitwits, halfwits, dimwits, vipers, snipers, con men, indian agents, mexican bandits, muggers, buggerers, bushwackers, hornswaglers, horse thiefs, bull dykes, train robbers, bank robbers, asskickers, shitkickers and METHODISTS!"

Blazing Saddles FTW!!!!!!!! 

___________________________

Yaaaa Phtagnn!!

Mais bandas...

Bauhaus, Joy Division, New Order, The Smiths, The Clash, Pavlov's Dog, Southern Death Cult, Sisters of Mercy, The Stranglers, etc. ...

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Uma coisa que descobri é

Uma coisa que descobri é que musica com letras distrai muito. Por isso fico-me por instrumentais.

Para fantasia, não há melhor que a banda sonora de Senhor dos Aneis. (sobretudo a das Duas Torres e Irmandade do Anel)

Para Japão feudal, a banda sonora do Ultimo Samurai tb funciona muito bem, se bem que para settings mais "calmos", há compilações giras de musica tipica japonesa que se arranja muito facilmente.

Para coisas estilo Vampire, quer Dark Ages, quer Modern Day, uso, surpreendemente, a banda sonora do jogo Castlevania X. Jogos de consola têm banda sonora muito giras, e sobretudo que funcionam bem como background music - dando ambiente mas sem distrair -- aliás, é de jogos de consola que canibalizo a maior parte das musicas para musicas de backgrounds. Ainda tenho algures compilações para D&D e Vampire - Incluindo "Theme Songs" para varias personagens.

___________________________________________

http://www.abreojogo.com/files/rpgenia.jpg

Eu Escrevi Um RPG Numa Semana!

há muitos, muitos anos,

há muitos, muitos anos, ainda no tempo do vinil, lembro-me de ver (e ouvir) um disco compilado pela TSR com "música genérica de fantasia"; é a única tentativa que conheço por parte do establishment de fazer algo do género de trilha sonora.

eu durante o tempo em que mestrei fantasia usava muito a banda sonora do Senhor dos Anéis, do Conan, Dead Can Dance, e vários autores de música barroca e antiga (há muita coisa nas secções de música clássica das discotecas).

quando faço Star Wars, evidentemente uso as respectivas bandas sonoras...

para mim a música costuma ser fundamental para uma sessão de sucesso; já o wagner sabia disso, com os seus leitmotiv que ajudam muito a estabelecer o mood. mas sei de pessoal que se distrai com a música e prefere o silêncio. 

_______________________________________________________________________________ 

Luke: "What's in there?"

Yoda: "Only what you take with you."

Para Call of Cthulhu uso

Para Call of Cthulhu uso impreterivelmente duas músicas (não bandas sonoras): para a abertura de cada sessão, a música inicial do filme Frankenstein de 1930 e para as sequências de maior tensão a música Klaatu em loop infinito do filme The Day the Earth Stood Still, música de Bernard Herrman.

Para Warhammer Fantasy, a banda sonora completa de Robin Hood dos Clannad (com o Robin Hood theme a abrir e a fechar cada sessão) e The Celts da Enya.

Para Weapons of the Gods uso esporadicamente a banda sonora de Jade Empire, o jogo para PC da Blizzard, e ainda mais raramente, partes da banda sonora do filme O Tigre e o Dragão.

Geralmente aplico uma determinada música a uma determinada cena em vez de deixar correr a banda sonora completa. Isto permite-me acentuar o ambiente de uma determinada cena ou sequência. Assim, quando estou a escrever as cenas da sessão, geralmente escrevinho umas notas com 1 ou 2 músicas apropriadas para determinada cena. Ajuda ter um portátil com os ficheiros em MP3 para iniciar e acabar a música quando se quer.



"You think I'm old and feeble, do you? Well, face my Flying Windmill Kick, asshole!"

no need to play it quiet

MGBM escreveu:
O que me leva à seguinte questão, será que música numa sessão ajuda a criar um ambiente mais sólido e rico ou simplesmente distrai e causa confusão por consequência?

Para mim, que não tenho disponível um sítio certo para jogar, haver silêncio para jogar uma sessão é um tesouro que dificilmente se troca pela distração de uma música de fundo. No entanto, já experimentei várias vezes e, mesmo sabendo que condiciona a sessão, ás vezes é giro.

Julgo que se diz que a música ambiente é usada para dar um ambiente mais agradável, pois as pessoas não se sentem forçadas a estar constantemente a falar para preencher os silêncios. Se isto for verdade, eu desligo já a aparelhagem :) acho bem que o pessoal se sinta compelido a participar na sessão.

Só joguei com música uma

Só joguei com música uma vez (joguei Conan com banda sonora do Conan). Mas creio que a menos que a música esteja muito baixa, pode facilmente tornar-se um factor distrativo (a menos que coloquem música minimalista!).

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Querem é música!

As experiências que tive com bandas sonoras nas sessões foram menos que boas. Arranjei umas coisas para dar ambiente, informei-me bem com mais gente e com a infinidade de artigos na net que abordam este assunto. Mas mesmo assim, ainda não tinha passado um album, já me tavam a pedir para desligar.

 
Ora havia momentos em que a música nem se ouvia (por estar baixa ou estarmos a fazer muito barulho) ou então ela desconcentrava-nos. Mesmo sendo instrumental, calma e relaxante, acabava por enervar. Ultimamente não tenho tido oportunidade de experimentar de novo, pois estamos sempre em ambientes muito mexidos e com barulho. Mais música viria só trazer mais instabilidade.


Light allows us to see, Darkness forces us to create...

 

É um equilibrio

É um equilibrio delicado.... ja por várias vezes usei musica ao longo de uma sessão, e:

a) Não convem estar sempre com o som ligado... por vezes compensa desligar, principalmente em alturas "em que não se passa nada", e assim quando ligavamos de novo a música, esta tinha realmente impacto

b) O GM perde muito, mas muito tempo se estiver sempre a prestar atenção ao portatil/aparelhagem. Se tiveres uma listinha (por exemplo "Musica Nº4 - Batalha" ), podes pedir a um jogador para ser o "DJ da sessão" :P