Gloomhaven

Boas, estou curioso com isto. Quem é que apoiou o gloomhaven daqui?

Já alguém recebeu mails com data estimada de entrega?

Obrigado

Pedro

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

bump

Para aparecer e ver se alguém aparece aqui :)

Boas eu fiz back mas apenas

Boas eu fiz back mas apenas recebi ontem um mail da Happyshops na Alemanha a informar-me de que seriam eles a enviar-me o jogo. Supostamente os jogos ainda estão na alfandega mas já se sabe que estes mails são coisas automáticas com info´s generalistas em termos de shipping.

Conto que comecem a enviar os jogos para a semana.

Espero que sim

Sim, se tudo correr bem devemos receber o jogo ainda durante o mês de Fevereiro. Já há alguns reviews e estou com uma grande expectativa.

Acho que este vai ser o dungeon crawler que o pessoal não sabia que queria (dadas as mecânicas e a falta de dados característica deste tipo de jogos).

Já Chegou !!!

Chegou esta manhã a minha cópia do jogo.

Resumindo tudo numa só palavra: Monstruoso!

Monstruosamente enorme, monstruosamente pesado, monstruosamente belo, e monstruosamente meu lol

Este fim de semana vai começar com uma sessão de organização da caixa, seguida de um cenário e dps logo se vê.

Avaniar escreveu: (...) Este

Avaniar escreveu:

(...)
Este fim de semana vai começar com uma sessão de organização da caixa, (...)

Só isso já deve dar umas horas de diversão, para quem tem OCD já paga metade o preço do jogo ;-)

Estava a pensar se apoiava ou

Estava a pensar se apoiava ou não a nova edição. Qual é a vossa opinião do jogo?

Desde que tenhas um grupo

Desde que tenhas um grupo fixo para jogar é simplesmente fantástico!

Ou a solo...

Sinceramente acho que é uma experiência diferente do restos dos jogos de tabuleiro, desde que se tenha o tempo necessário para investir no jogo.

Passo a explicar, um cenário pode demorar aí uma hora e meia. Quando visto assim não assusta, mas a questão é que tens 80 cenários, pelo menos, para explorar.

Lido assim pode assustar, mas não assusta tanto como, só começar a ver diferenças/impacto, ao fim de 5-6 cenários.

Ou seja, tens de investir pelo menos 10-12 horas para começar a sentir o impacto do jogo, aquilo que o torna diferente dos outros.

Se tiveres essas perto de 200 horas para investir num jogo, então vale muito a pena.

Se for uma coisa de jogar uma vez por outra, então vale mais estar quieto.

A questão do grupo parece-me pertinente. Se o grupo estiver sempre a rodar, então torna-se difícil manter o seguimento da história.

No entanto, joga-se perfeitamente a solo ou mesmo a dois.

Portanto o grupo permanente pode ser de 1 ou 2.

O jogo não perde por isso (se bem que cansa a cabeça).

Os pontos fracos do jogo (e que tomei a liberdade de alterar dada a "estupidez" que me fez sentir):

- Não apanhas "loot" (moedas) se passares por cima, só se acabares o teu movimento no espaço da moeda (a meu ver isto é estúpido, já tinha tido o mesmo problema com o Myth e não faz sentido, além de complicar e dificultar um jogo sem necessidade)

- A missão acaba automaticamente asim que completes o objectivo (não dando tempo para ir recolher tesouros)

- O nível a solo é mais difícil do que cooperativo (ou seja, enquanto o nível normal cooperativo é 1/2 dos níveis da party, a solo é igual... razão do Isaac Childres - porque não há a dificuldade acrescida da organização dos números de iniciativa... a mim parece-me estúpido já que tens a dificuldade acrescida de estares a jogar 2-4 mãos ao mesmo tempo, sem possibilidade de trocar ideias)

- Os "tesouros" é informação fechada até os ires apanhar (a meu ver faria sentido se não demorasse 2 horas a fazr um cenário, mais o facto de eventualmente poder perder só porque fui abrir um tesouro que me dá dano em vez de dar um item, só porque sim, na medida em que é uma "armadilha" que não posso desarmar, ao contrário das que estão no chão)

- cartas de loot (pelos motivos acima).

São pequenas coisas que são frustrantes.

O jogo foi pensado como uma transposição de um videojogo para tabuleiro, mas esquece-se que uma missão num videojogo pode ser salva a meio, pode-se fazer reload e não demora horas a fio a jogar (uma missão) mais o montar e desmontar.

Ou seja, coisas como "loot" e informação "escondida" de tesouros estão visivelmente mal adaptados, para mim.

Isto porque é "normal" um aventureiro ir despachar os monstros e, depois de estar tudo limpo, ir buscar o tesouro. Aqui (e no Myth) não te dão essa oportunidade (sem qualquer razão temática, é pura mecânica), pois tens o tempo contado com as cartas.

Assim, alterei as regras no sentido de apanhar metade do loot em moedas automaticamente no final da missão, assim como os tesouros. Recuso-me a perder missões e tempo por causa disso. As cartas de loot ficam um pouco empobrecidas, mas têm sempre o uso regular (atk/mv).

Depois disto tudo, ainda assim acho que vale mt a pena, mas tem falhas chatas.

Discordo completamente do teu

Discordo completamente do teu argumento do Loot... passar por cima e apanhar as moedas automaticamente torna o jogo muito mais fácil e perde-se muitos aspectos de decisão... não arranjes o que não está estragado...

 

Até há uma raça que tem uma carta que faz precisamente isso... faz loot em todos os sitios por onde passa... por isso, sinceramente não faças isso, não estragues essa parte do jogo...

 

Siceramente "passo-me" um bocado com malta que decide alterar regras só porque acha que deviam ser assim... há casos que sim senhor mas agora alterar isto só para ser mais fácil?!?!? Alterar o fim do cenário para fazers loot automático a metade das moedas e tesouros?!?!? Estás a estragar completamente o jogo e as decisões que ele promove... queres as moedas e os tesouros? Não acabes o cenário, atrasa o ultimo kill... não podes pq já não tens cartas? paciência, não se pode ter tudo... o que tu estás a fazer é alterar regras num jogo que jogaste meia duzia de vezes e que foram criadas com um proposito e testadas ao longo de anos!

 

Para isso fazes tu um jogo!

 

Desculpa lá o Rant Pedro, mas sinceramente joga o jogo como é suposto ser jogado!

Interessante

Não tens nada de pedir desculpa, é a tua opinião e é perfeitamente válida e interessante o teu ponto de vista.

Duas questões, primeiro a do loot, sinceramente a mim não faz sentido eu estar a passar por um sítio com tesouro e não perder dois segundos apanhar as coisas. Ou melhor, até pode fazer sentido, mas qual é o sentido que faz na maior parte dos cenários não poderes apanhar o tesouro só porque não tens cartas (ou seja porque estás "exausto")? Ninguém fica cansado demais para apanhar tesouro quando já não há coisas para matar e só falta regressar à cidade.

O que eu digo é que do ponto de vista temático não faz sentido. De mecânica talvez até faça, mas não gosto.

Já quanto a tornar o jogo mais fácil por não colocar a mecânica dos níveis "solo" como aparece nas regras, aí é uma questão completamente subjectiva e não de mecânica ou tema. é como dizer que Lords of Waterdeep é difícil ou fácil. Para uns há de ser fácil e para outros difícil (ou facílimo lol).

O jogo ganha dificuldade acrescida por jogares sozinho e não haver troca de ideias, mas diminui a dificuldade porque não tens a incógnita das iniciativas. Ou seja, supostamente balançam-se (pelo menos nas primeiras vezes quando ainda estás verde), mas o Isaac Childres ainda quer acrescer a isso mais um nível. Não me parece fazer grande sentido.

De qualquer das formas, vou tentar manter a confiança do sistema de loot das próximas vezes, pode ser que melhore para mim.

epá... ainda ontem estivemos

epá... ainda ontem estivemos a jogar...  e eu não sei qtos jogos já fizeste,nós fizemos 10 e já sabemos umas coisas que o dinheiro é muito importante e ter rios de dinheiro da forma que tu estás a fazer torna o jogo super fácil...

 
como disse ontem jogamos o jogo, eu apanhei 5 moedas, o Nuno apanhou 1, o Tiago acho que tb apanhou 1 e o Duarte apanhou umas 3 ou 4... isto equivale a 15 gold para mim, 3 para o Nuno, 3 para o Tiago e 9 ou 1 para o Duarte...

 
Havia um tesouro que não apanhamos, e ficaram bem mais de 20 moedas por apanhar... 20 moedas são 60 gold... ao apanhares metado disso são 30... é uma brutalidade e desvirtua completamente o jogo... e ainda provavelmente abrias o tesouro...

 
Pá... sim, passaste por cima da moeda e não apanhaste... pode até não fazer muito sentido temático, mas por outro lado faz... é a gestão do tempo que tu tens para compeltar o cenário e tens que pesar a opção de parar para apanhar a moeda ou ir mais para a frente porque não posso perder tempo... aqui apanhar a moeda não é uma coisa automática, é uma escolha que tu fazes que te faz gastar tempo e tu tens o tempo limitado...

 
O mesmo que quando completas o cenário ele acaba é precisamente para os jogadores não andarem ali a passear a apanhar moedas e abrir tesouros que não fizeram durante o jogo... há motivos para isso e tu além de andares apanhares todas as moedas que passas por cima ainda chegas ao fim e apanhas metade das que ficaram no tabuleiro... na minha opinião, ao fazeres isso estás a estragar compeltamente o jogo porque obviamente isso vai fazer com que tu possas comprar tudo e mais alguma coisa que queiras... podes entregar dinheiro à Igreja todas as vezes que vais à cidade e ainda tens pena pq não podes entregar mais...

 
Por curiosidade, quantos jogos já jogaste e quantas moedas tens, quais os items que já compraste? quantas moedas já deste à igreja?

Avaniar escreveu: Não tens

Avaniar escreveu:

Não tens nada de pedir desculpa, é a tua opinião e é perfeitamente válida e interessante o teu ponto de vista.

Duas questões, primeiro a do loot, sinceramente a mim não faz sentido eu estar a passar por um sítio com tesouro e não perder dois segundos apanhar as coisas. Ou melhor, até pode fazer sentido, mas qual é o sentido que faz na maior parte dos cenários não poderes apanhar o tesouro só porque não tens cartas (ou seja porque estás "exausto")? Ninguém fica cansado demais para apanhar tesouro quando já não há coisas para matar e só falta regressar à cidade.
O que eu digo é que do ponto de vista temático não faz sentido. De mecânica talvez até faça, mas não gosto.

O Isaac explicou que temáticamente o não poderes fazer loot conforme te apetece ou quando supostamente já terminaste o cenário pode-se traduzir no facto de que não defrontamos a totalidade dos inimigos no local e que temos de avançar pois os reforços podem chegar a qualquer momento. Nem sempre reforços significa que tem de ter inteligência, no caso de animais ou demons apenas significa que existem mais que estão a ser atraídos pelos barulhos produzidos pelo confronto, dai teres de continuar a avançar.

ps. O único defeito que coloco para já no jogo é que na jogatana semanal só jogamos isto!

Agora com a segunda edição,

Agora com a segunda edição, eles alteraram as regras para balançar o jogo. Nunca joguei nem sei de que forma as regras foram alteradas, mas as coisas podem ter-se alterado para melhorar algumas das tuas críticas. No entanto, não posso concordar ou discordar do que dizes sem o experimentar.

O que foi alterado não mudou

O que foi alterado não mudou o que ele fala (nas questões de tesouros e loot), dado que aquilo não é um problema do jogo mas sim do jogador :)

Acho é que o livro de cenários e o texto da história ( e eventos) podia ter sido colocado numa App, com a app ditar e adicionando também som ambiente. Acho que era perfeito para este jogo e é pena terem desperdiçado essa oportunidade. 

"Um dos paradoxos dolorosos do nosso tempo reside no facto de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões."