AbreoJogo Demo Tour 2007 [Março] - Vampire: the Requiem "Danse de la Mort"

Retrato de jrmariano
2007-03-31 14:30
2007-03-31 20:00
Local: 

Runadrake's Colosseum Romae


Runadrake's Colosseum Romae

Vamp Demo Flyer

Sê um recém-criado vampiro no Mundo das Trevas, acordado da sua ignorância pelos últimos festejos da Terça-Feira Gorda de Nova Orleães e pelo pulsar fluído de sangue fresco e quente que caminha na tua direcção. Esta substância vital, que chama pela Besta dentro de ti, é transportada por quatro traseuntes, em pleno Parque Louis Armstrong no velho bairro negro de Tremé, confusos pelo estupor do alcóol e pelos excessos nocturnos. Perto de ti, outras estranhas criaturas da noite, juntas no desespero e na fome, sentem-se tão tentados como tu a sorver a vida daqueles turistas incautos. Mas a Besta uiva nos teus ouvidos e turva os teus olhos de uma côr vermelho escura, quase sanguínea. O que vais fazer?

Antes que tudo vais aprender a jogar connosco este jogo de RPG da White Wolf Game Studio, o Vampire: The Requiem da linha World of Darkness. Contamos contigo neste sábado para jogares este sistema que usa dados de 10 lados num sistema dinâmico e fácil  de moralidade, potência mística sanguínea e uma hierarquia neo-medieval de feudos de sangue. Experiencia a maldição constante de se ser um monstro nocturno sedento por sangue e interpreta o papel de um vampiro involvido na mais secreta luta por sobrevivência da história.

Se quiseres dar uma vista de olhos às regras do jogo podes fazer download delas aqui.

Podes ir também decidindo qual dos seguintes papéis é que vais desempenhar nesta história de terror gótico:

  • Louis Maddox, um génio de computadores e carismático conversador on-line.
  • Tina Baker, uma aluna universitária obcecada com a sua auto-defesa.
  • Becky Lynn Adler, uma debutante sulista que pisou definitivamente o risco.
  • Jack McCandless, um correio que se acha capaz de tudo para mostrar o que vale.

Vamos, não esperes mais! Baila ao ritmo morto-vivo da Dança Macabra... e não te deixes hipnotizar pela música das crianças da noite!


AnexoTamanho
vampdemo_0001.jpg196.3 KB

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Se fosse no Porto já lá

Se fosse no Porto já lá estava, mas sendo em Lisboa vou ter que fazer uma forcinha grande, assim mesmo, mesmo, mesmo, mesmo, grande para conseguir estar presente...

:)

Evil never dies, it just waits to be reborn...

"Velkome to mai kastle!"

Espero que consigas vir à Demo, mas entretanto podes ir convencendo o Rick_Danger a fazer um evento gémeo pelo Norte, já que ele já fez algo parecido antes de MIM! :D

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

justin achilli ate my soul and all I got was this lousy t-shirt


jrmariano escreveu:
podes ir convencendo o Rick_Danger a fazer um evento gémeo pelo Norte, já que ele já fez algo parecido antes de MIM!

O Rick Danger já teve os seus tempos de White Wolf fan boy Cool O Vampire que eu mestro está já algo distante dos livros. Por isso, sugiro umas valentes adaptações a essa demo oficial para New Orleans. Se é como eu julgo, passa um bocado ao lado do "personal horror".

Entretanto, aquilo que eu fiz foi só uma breve introdução para saciar a sede Laughing Como sabem, tenho uma campanha já bastante extensa e conto ficar satisfeito e terminado com Vampire quando a concluir.

Dibs!

Em príncipio podes contar comigo e com a Rita.

Quais são os PCs para escolha?

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Porreiro! Mas não eras tu

Porreiro! Mas não eras tu que querias conhecer o NWoD pela perspectiva de um mortal, saboreando cada revelação?

Já posto coisas sobre eles daqui a um tempo. Er... e aonde está a o anúncio da tua Demo de Exalted que é já para o mês que vêm?!!! :P

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

uma sugestão

Para este demo tour tentar capturar novos jogadores, poderia se ter em consideração a demonstração de produtos que estejam à venda na loja e ter como objectivo, no dia da demo, vender um - um pelo menos - corebook do respectivo RPG.

Não é uma questão de dar dinheiro a ganhar à loja, mas acho que uma compra é sempre um sinal de satisfação com o que se experimentou e de louvável comprometimento para tentar entrar dentro do hobbie. 

 

Rick Danger escreveu:

Rick Danger escreveu:
Para este demo tour tentar capturar novos jogadores

Isto agora leva-me a comentar uma coisa... eu já estive por duas ou três vezes para deixar aqui um comentário a inscrever-me nesta demo mas acabei por nunca o fazer. Se em Exalted não tinha qualquer interesse, apetecia-me muito jogar Vampire; no entanto, acho que o João criou isto para apresentar novos jogadores ao RPG (com um nome de "demo" não engana) e eu estaria lá a ocupar um lugar e a garantir que - juntando-me aos outros clientes "habituais" já inscritos que eventualmente não precisam de uma introdução ao Vampire para ficarem convencidos - nenhum novo jogador ia poder experimentar o jogo pela primeira vez.

Precisamos de ti!

Tendo em conta os ainda muitas vagas disponíveis, conto contigo este sábado. :)

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Yes, sir! Ready for duty, sir!

jrmariano escreveu:

Tendo em conta as ainda muitas vagas disponíveis, conto contigo este sábado. :)

Lá estarei! :)

Boas! Como noob em WoD d

Boas!

Como noob em WoD desejoso de experimentar qualquer um dos settings gostava de saber se é necessário ler/trazer o livro do Vampire the Requiem e se sim que capítulos?

Gostaria de saber também se há alguns planos para transformar a demo numa campanha. 

Welcome!

Bemvindo ao AbreoJogo SGSW! Espero que fiques por cá e faças este site teu. :)

Ok. Não precisas de trazer nada de especial a não ser d10s. Algum conhecimento das regras e ambiente já ajuda tornando as coisas mais rápidas e eficientes mas o objectivo da demo era mesmo introduzir jogadores. Aliás tanto é esse o seu propósito que cada capítulo da demo introduz novos conceitos do universo de jogo, as fichas de personagens são pré-feitas e vão evoluindo de capítulo em capítulo e as regras são simplificadas.

Bem a Demo realmente tem 8 partes que no seu conjunto fazem um crónica interessante. Parece que existe mais gente interessada em experimentar. Tudo depende da confluência de horários e do número de interessados presentes dia 31 e de sem seguida. 

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Obrigado

Obrigado jrmariano.

Então no sábado lá estarei às 14:30 

Algum dos participantes sabe

Algum dos participantes sabe dizer como isto correu?

--~~--
To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Feed(back)...

Bem, quero desde já agradecer aos participantes, ao Gedes, ao SGSW e ao Nuno que foi apanhado de surpresa para jogar na demo só porque estava na loja meio perdido.

A demo correu bem apesar de não a termos acabado. Apesar de eu já suspeitar que seria desnecessária, a cena de combate que introduzi acabou por demorar tempo. Esta cena não demorou muito e o sistema é rápido mas acho que este facto atrapalhou o avanço da trama que poderia ter dado assim uma visão mais panorâmica do universo de Vampire.

Eu diverti-me a corrê-la e a descrever detalhadamente o quotidiano horrorifico e gótico do vampirismo pois já tinha narrado esta trama umas 3 vezes antes. E vocês, "kindred" da demo? Gostaram?

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Feedback

Oh, eu adorei. Tenho-me divertido bastante nos RPGs que tenho experimentado.

Acho que depende um bocado do que se está à espera. No World D&D Day, eu ia para fazer RP, mas aquilo acabou por parecer mais o Diablo (rouba, mata, pilha, etc.).

Agora, o problema foi que se jogou pouco! E isto parece ocorrer em todos os RPGs que tento. Talvez porque sou um novato, e começa sempre com a explicação das regras, escolha das personagens, e tal. Por certo, ao continuar uma campanha, a coisa tenha mais tempo útil de jogo.

Outra possibilidade é que eu sou um bocado para o curioso, e, a bem das minhas personagens, qualquer recém-vampiro iria ter montes de perguntas a fazer, e diversas delas acabei mesmo por colocar (hey, deixem-me apreciar a liberdade que não tenho à frente do computador!). Ao menos dava para "flesh out" o mundo. Estranhamente o GM conseguia demorar menos tempo a pensar as respostas do que eu as perguntas. Smile

Eu por mim estava lá no Domingo a decidir até que ponto ia amedrontar aquele tipo antes de decidir se ia ser o pequeno-almoço de alguém.

Por fim, não me pareceu que a cena de combate tenha sido má, o que acontece é que não sabíamos como funcionava, e os lançamentos e contas levam tempo. Precisamos de um computador portátil para o GM! Tongue out

Só mais uma coisa: 4 vampiros, 4 boémios, 4 rufias...? Hmm... um pouco forçado?

Feedback

Quanto à demo gostei e estou ansioso por continuar.

Do sistema de jogo propriamente dito acho que é interessante e tem bastante potencial (o facto de termos as personagens pré-feitas, retira um bocado de piada à campanha, but c'est la vie) especialmente para desenvolver o aspecto social e político do jogo.

Quanta à mecânica propriamente dita, considero-a um bocado limitada, especialmente o sistema de combate, ao qual vou continuar a preferir D&D, pois preferiro ter um target number defenido para acertar em vez de ter apenas uma pool de dados e esperar que os 3/10 de sucesso para cada um deles apareçam

Vampire, The Requiem

Viva, pessoal.

Aqui é o Jack… Jack McCandless. Vocês sabem, o espertinho que resolveu começar uma cena de pancadaria quando os maus já estavam em fuga. Se repararem bem no nome, notam que de qualquer maneira faltam alguns fusíveis – ou velas – na cabeça, por isso dêem-me um desconto.

Antes de mais, desculpem responder tão tarde, mas sabem como é o trabalho... E mesmo assim só tenho tempo para fazer um pequeno comentário. Por isso cá vai e perdoem o português.

O serão foi agradável. Boa diversão e companhia. O jogo tem um bom sistema de regras que permitem entrar bem dentro da história. Gostei particularmente das regras “Virtue/Vice” que ajudam o jogador a seguir a personalidade da personagem. Acho que muitos sistemas seriam mais bem aproveitados se também as usassem. Até o Player’s Handbook II da D&D 3.5 também tem algumas referências sobre elas.

Só tenho alguns conceitos contra o sistema de combate. Sei que é mais simples que a antiga edição (“The Masquerade”), como me disseram, mas acho que o irrealismo é demais para a imaginação. Não parece bem compatível com o resto do sistema. Este era fluido demais em contraste com o combate.

Acho que algumas regras caseiras poderiam ajudar um pouco aqui, embora talvez não fique bem pensar nisto num jogo que é suposto ser uma demonstração do sistema. Por mim, posso continuar assim.

Gede (que personagem eras tu?), escreveste que dava jeito ao Mestre-de-Jogo usar um portátil para a gestão do jogo. Embora seja ele quem possa verdadeiramente responder, parece-me a mim desnecessário. Sei que é muito útil para a gestão das regras, mas não parece perder um bocado a piada? O GM pareceu-me excelente a dar conta do recado, tendo em conta ainda que alguns de nós eram principiantes. O seu único problema foi talvez ter de gerir uma das personagens jogadoras, além dos NPCs e afins. De resto, foram tudo e todos excelentes. Diverti-me, e bem.

Quanto a mim, desculpem o embaraço de atacar uns pobres rufiazinhos indefesos no final da sessão. Ainda por cima não pareciam ter nada a ver com a história (só o GM é que sabe, é claro). Achei que seria uma boa coisa de acontecer para acabar o dia… Experimentar um combate. Mas sem querer – e se lerem o cartaz de apresentação desse dia – até que estava a seguir os instintos da personagem.

Se quiserem combinar a acabar o resto da crónica, é só escrever. Sempre que puder, dou por aqui uma vista de olhos para ver o que responderam. Também estou interessado em jogar outros sistemas… antigos e novos. Escrevam pois, alguma coisa.

Sexta-feira 6, sou capaz de dar um pulo na loja onde jogámos.

Hmm...

Bemvindo Nuno ao AbreoJogo! Obrigado por teres aceite o meu convite!

Preciso de mais tempo para comentar os vossos posts mas já agora algumas palavras:

Obrigado pelos elogios e posso dizer o mesmo de vocês. ;)

O portátil é dispensável a não ser que joguemos Exalted. :P

O RedPissLegion vai fazer uma demo de outro jogo bem diferente já no fim de Abril. Dá uma vista de olhos aqui.

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

nrodrigues escreveu: dava

nrodrigues escreveu:
dava jeito ao Mestre-de-Jogo usar um portátil para a gestão do jogo. Embora seja ele quem possa verdadeiramente responder, parece-me a mim desnecessário. Sei que é muito útil para a gestão das regras, mas não parece perder um bocado a piada?

Não, LOL, tu é que perdeste a piada, eheh. :-) A cena do computador era mesmo uma boca/piada do GD; pelo menos foi o que me pareceu daqui deste ecrã. :)

Bem-vindo ao abreojogo, Nuno!

um pedido

Na sequência destas demos podiam fazer umas belas playtest reviews aqui para o site. Ainda não há críticas a Exalted ou a Vampire.

Uma resposta (ou não)

Já tenho estado a pensar nisso, mas antes de me sentir confortável o suficiente para fazer uma review minimamente aceitável tenho que ler o livro de Exalted, adivinha quanto tempo é que isso vai demorar hehe.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Woe is me

Ai ai, sempre ao sábado, sempre ao sábado!
Têm de começar a marcar estas coisinhas aos domingos também, que isto de sobreporem eventos porreiros com as minhas sessões de D&D não é nada simpático! :/

--- Sérgio Draconus Dictum - Roleplay, diários de campanha, comentários e não só.

Boas a toda a gente!  Só

Boas a toda a gente!

 Só para confirmar quando (se é que há) a próxima sessão e saber se posso levar um amigo para ficar com a personagem que calhou ao jrmariano(GM). 

Vampire Requiem

Viva, SGSW. Antes de mais, desculpa responder-te só agora. As desculpas são as básicas: Não tive muito tempo e/ou disponibilidade; sou um preguiçoso; o meu acesso à Rede é ainda por cima limitado; e quando te ia finalmente responder - como estou agora - alguns caractéres do texto saíam-me baralhados (pelo que li, parecia haver um problema de incompatibilidade com um servidor, mas não sei se era isso, ou eu que estava a fazer qualquer coisa mal).

Acabar aquele jogo de Vampire? Sempre que queiram. O jrmaiano é que teria de ser o primeiro a sugerir quando (sendo ele o storyteller).

Na minha opinião o grupo foi bom. E apesar de sermos só três jogadores e um mestre-de-jogo, se não quisermos continuar aquela aventura - para ver pelo menos como acaba - podemos sempre uma nova, deste ou outro sistema.

Se quiseres trazer o teu amigo, por mim ainda melhor. Força!

Manda notícias. E mais uma vez desculpa o atraso

Desculpem ainda mais o meu

Desculpem ainda mais o meu atraso. As desculpas são muitas e variadas e tendo em conta que o thread já morreu, completamente inuteis.

 Agora a sério, eu teria gostado de continuar, mais para acabar uma mini campanha e ficar a conhecer um bocado o sistema do que outra coisa, mas dadas as circunstâncias não me importo nada de começar alguma coisa nova, até prefiro.

Fiquem bem

Eu também quero!

Eu joguei como a assassina que não quer ser vítima.

Parece-me que o JRMariano anda com pouco tempo.

Quando o encontrar, faço-lhe um grapple, e obrigo-o a marcar uma data para a sequela.