[RPGénesis] Sessão Ultra-Secreta - Dia 2

Retrato de LadyEntropy

 

 

Banda Sonora: Underworld OST

Bebida: Chá

Ferramentas: HP TX1000 Entertainment System Notebook, papel e caneta

 

 

Dia dois, e continuamos atrasados. Desta vez porque um valor mais alto se ergueu, nomeadamente o episódio piloto da nossa crónica de Dresden Files.

Lamento, mas quando a possibilidade de RPG se apresenta, não quero saber de obrigações - como podem verificar pelo facto que já tive sessões de RPG enquanto estava com conjuntivite nos dois olhos (eu lançava os dados, mas outra pessoa tinha que me dizer os resultados) ou com 38º de Febre.

 

Maluquinha? Sem dúvida.

Mas penso que faz parte do meu charme.

 

Continuo em reclusão em casa do Rick Danger, e confesso que ajuda o facto que não tenho acesso à internet dele - e tê-lo à beira ajuda a atirar ideias. Decidi voltar à Academia e de facto limpar o meu setting original, tornando-o um jogo de influencias "indies" e ligeiramente narrativistas -- jogadores podem interferir na história, mas com o objectivo de fazer as suas personagens mais interessantes. Será que isso conta como narrativismo? Ou como personagem-centrismo?

 

Tive algumas boas ideias, dando ao grupo a possibilidade de criar a Academia onde vão jogar, mas empanquei a três quartos da criação de personagem --  avancei logo para o Sistema, e consegui escrever uns bons sólidos paragrafos, mas ainda estou muito longe de terminar. Não consegui ainda fazer a folha de personagem, o que é mau. Tenho tido MONTES de problemas a resistir à tentação de meter exemplos de jogo e de criação de personagem que é um desperdício de tempo.

No entanto, tive uma boa ideia. Assim que acabar, e a tempo para o InvictaCon, vou imprimir umas versões Ashcan do meu RPG com espaçamento de linhas grande, e margens enormes vazias. Cada cópia vem com uma caneta vermelha de oferta, e chama-se "Editor Edition". O objectivo é usarem a caneta para escreverem, sublinharem e mutilarem a cópia com sugestões, perguntas, correções e desenhos obscenos -- e depois devolverem-me para eu verificar que coisas devo melhorar ou mudar. A caneta fica para vocês.

 

Alguém está interessado em receber uma cópia d'A Academia - Editor Edition?

 

Em jeito de despedida, gostava de saber o que o resto dos participantes estão a fazer. Tou a ver que vou acabar por ser só eu, o Rick e o Rui a participarem.

 

Boa Escrita!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Porreiro...

Podes mandar essa Editor Edition com a caneta vermelha que eu trato de a anotar com uma letra decente.

Eu por mim tenho tido dificuldade em escrever alguma coisa devido a compromissos e trabalho. Ainda por cima quando leio os teus posts e falam de planificação e layout ainda mais receosos fico em começar.

Mas se quiserem algum feedback a jeito de edição e revisão mandem os documentos quase-finais que eu faço o que puder. :)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Narrativisses

"Decidi voltar à Academia e de facto limpar o meu setting original, tornando-o um jogo de influencias "indies" e ligeiramente narrativistas -- jogadores podem interferir na história, mas com o objectivo de fazer as suas personagens mais interessantes. Será que isso conta como narrativismo? Ou como personagem-centrismo?"

Narrativismo será bastante pouco, a menos que os outros jogadores possam fazer o mesmo em relação à tua personagem, para que ela tenha escolhas interessantes.

Por exemplo, o meu A Singularidade de Cthulhu é um jogo cheio de mecânicas influenciadores de uma agenda narrativista:

-a Reserva Temporal, obriga o jogador a escolher entre safar-se lixando toda a gente, ou não se safar
-as Obsessões, obrigam o jogador a decidir se é mais importante a sua Obsessão ou a Missão onde está envolvido
-o reverso das Obsessões, obrigam os outros jogadores a decidir se a sua amizade com o Obcecado é maior do que a Missão

Mas isso é porque eu gosto de jogos extremamente focados; não estou a ver este jogo a durar mais do que 3 sessões, tops. Uma mecânica que torna os personagens mais interessantes não é narrativista, nem sequer é muito interessante se for o jogador a escolhê-la, resolvendo ele próprio os problemas que se coloca; seria extremamente interessante se desse oportunidade aos outros jogadores de influenciar essa personagem, mais ou menos como fazem os GMs.

--~~--

Em breve coisinhas novas!

Líder inconsciente do ultra-secreto grupo anti-D&D (mas só na edição 5.3)

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Eu e a Susana também

Eu e a Susana também estamos a escrever.

Eu estou a fazer um jogo baseado em filmes de terror japonês (ju-on, ringu, etc.), já tenho quase tudo na cabeça e estou agora a passar para o papel.

A Susana está a fazer um jogo sobre feudos medievais e os respectivos senhores, com a opção de ser jogado na Europa, Rússia ou Japão.

Não me tenho pronunciado muito por aqui sobre isso devido a constragimentos laborais, mas estou claramente empanado na parte dos valores mecânicos. Queria tentar calcular qual a probabilidade de um determinado número de d6s rolarem a cima de um determinado valor, já agora d10s também. Vou escolher o tipo de dados a utilizar de acordo com as probabilidades de um e outro.

Já agora ajudas para o nome agradeciam-se, o melhor que tenho até agora é O Assombro, que claramente não vai ser o nome do jogo.

hmm

aqui tens uma tabela para d10

http://spreadsheets.google.com/pub?key=tCONkb-R--vVYN4GmVgB0MQ&single=true&gid=0&output=html

 

aqui podes brincar com os dados a vontade e qq tipo de dado =)

http://anydice.com/

 

---- Latest News ----

It lives!

Era mesmo essa tabela de

Era mesmo essa tabela de d10 que eu precisava, não consigo é arranjar o mesmo para d6, o outro link que deste apenas apresenta a probabilidade de número somados, não separados por target number.

Não conheces uma tabela igual à dos d10s para d6s?

hmm

isto assim funca pa ti ? ultima tabela da pagina :p

http://www.daemonstorm.com/role-playing/d6-system/D6-Probabilities-with-the-Wild-Die 

 

axo que so nao arranjo é os numeros do euromilhoes :\

 

---- Latest News ----

It lives!

O Assombro

"O Assombro do Mijo Vermelho" parece-me... aterrador! Laughing

~Nuno Carreira / Strilar (* Boardgamer * Roleplaygamer * Cardgamer * Onlinegamer * Geek * L5R GM *)

Infelizmente tenho de

Infelizmente tenho de atirar a toalha ao chão. Neste fim de agosto tenho imensa coisa em mãos. Além disso, não é prioritário para mim fazer um jogo curto - tenho projectos vários de jogos de maior folgo, não faz sentido direccionar o pouco tempo disponível para mais um projecto.

Desejo o maior sucesso aos participantes e estou à espera dos vossos jogos.

Sérgio Mascarenhas

Sérgio

Red goes faster

Eu também quero um Editor Edition, mas não devo ir ao InvicaCon, depois passa-o para o Mariano que ele traz-me se faz favor.