Phar II

Jogador : Hugo PereiraPersonagem : Phar Stonefist

Dwarf
Hit Dice: 40 hp
AC: 1
THAC0: Melee: 15(16). Ranged: 15
Attacks: 1d6
Saves: PPDM 11, RSW 13, PP 12, BW 13, S 14 [+5 vs spells, poison]
Abilities: STR 16 Hit Probability +0, Damage Adjustment +1, Weight Allowance 70 lb., Maximum Pressure 195 lb., Open Doors 9, Bend Bars 10%, +1 Bonus to Hit Against (Orcs, Half-Orcs, Goblins and Hobgoblins).
DEX 17 Reaction Adjustment +2, Missile Attack Adjustment +2, Defensive Adjustment -3
CON 18 Hit Point Adjustment +4, System Shock 99%, Ressurrection Survival 100%, Poison Save +0
INT 9 # of Languages 2
WIS 8 Magical Defense Adjustment +0
CHA 9 Maximum # of Henchmen 4, Loyalty Base 0, Reaction Adjustment 0
Skills: Total Skill Name Adjustments
61% Climb
45% Own language
22% goblinoid
77% Orientation
90% Tactics
Racial:
Alignment: Neutral Good
Deity:
Equipment: Mail (AC 5), ax (1d8), Shield (AC -1), Backpack (2 gp), Belt Pouch Large x2 (2 gp), Dry Rations (1 week) (10 gp), Soap (1lb) (5 sp)
Cantil

Saving Throw Bonuses : +5 (Con 18)
Poison : +5 (Con 18)
Magical Items 20% chance to malfunction
(Except Weapons, Shields, Armor, Gauntlets and girdles)
+1 Bonus to Hit Against (Orcs, Half-Orcs, Goblins and Hobgoblins).-4 AC Against (Ogres, Trolls, ogre magi, giants, titans)

Detect when within 10 feet of the particular phenomenon:grade or slope in passage : 1-5 on 1d6
new tunnel : 1-5 on 1d6
passage construction : 1-5 on 1d6
Sliding / shifting Walls : 1-4 on 1d6
Sliding / shifting Rooms : 1-4 on 1d6
Stonework traps : 1-3 on 1d6
Stonework pits : 1-3 on 1d6
Stonework deadfalls : 1-3 on 1d6

Must deliberately try to make these determinations.

nfravision-60

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

OOC: Vou colocar aqui o

OOC: Vou colocar aqui o background que te interessa e não colocar outra thread, assim fica tudo centralizado.

A cidade de  Radjambah fica num deserto a sul de Faerum. Como tem um grande lago aí, forma um oásis. A cidade dedica-se ao comércio e alguma agricultura e pesca.

No topo da hierarquia estão os sacerdotes de Airdain (neutral good). A assegurar a ordem os cavaleiros de Airdain (paladinos lawful good). De seguida vem o resto da população: magos, combatentes, comerciantes, etc. Como disse a ordem é mantida pelos cavaleiros, dentro da cidade amuralhada. Fora, os cavaleiros não tem jurisdição e são as guildas de ladrões/comerciantes que se vão disputando entre si (dentro de certos limites para evitar um pretexto para os cavaleiros intervirem, dado que estes vem com maus olhos essa independência).

O clima é seco (excepto num mês em que há fortes tempestades e chuvas). Essas tempestades são tão fortes que poderiam destruir metade da cidade; um conjunto de feitiços dos clérigos e magos reduz os danos ao mínimo (o que faz com que ambos os grupos se detestem cordialmente e não se massacrem como aconteceria, dado que tem visões antagónicas do mundo).

Fundamental para a conservação da cidade é o cobre (e derivados como o bronze) que tem um estranho papel na cidade. Todo o cobre levado para dentro da cidade é aliás "comprado" a uma taxa fixa; quer os clérigos (que o vêm como o corpo do seu deus) quer os magos (que precisam dele para experiências) o procuram avidamente. Daí o contrabando de cobre ser uma fonte de divisas. Normalmente não há problema, pois os sacerdotes tem um feitiço de detectar cobre. Só que há uma excepção...   

Durante o mês das tempestades, dá-se a festa do deus Airdain. E aí é proibido lançar quaisquer feitiços excepto de protecção para a cidade; os contrabandistas aproveitam para tentar entrar com cobre.

A maioria da população é humana, de traços morenos e baixos, embora aja representantes de outras raças. 

Mais informações serão fornecidas ao longo do jogo.

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Dentro de 3 dias é a festa

Dentro de 3 dias é a festa do deus Airdain. A cidade está apinhada de peregrinos, e os guradas não tem mãos a medir. Estás numa taberna improvisada coberta, e vês um individuo aproximar-se.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OCC: Estava a espera de

OCC: Estava a espera de resposta no outro post e não tinha reparado que tinhas criado um novo :(.

OCC2: Pensava que tinha uma scale mail, mas se não tiver uso parte do dinheiro para comprar uma.

Olho para ele, tendo ver se o reconheço, e espero que ele diga alguma coisa.

----------
Priskus

OOC: Compras agora por 50

OOC: Compras agora por 50 Mo ma scale mail. Não há armas mágicas à venda.

-Você é que é o heroi que andou a correr com malandros dos bairros daqui, não é? Óptimo, é mesmo o homem com que precisava de conversar! Tenho uma excelente proposta para si.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Quem lhe falou de mim? E

"Quem lhe falou de mim? E diga lá que proposta é essa..."

----------
Priskus

-Ora, não se fala de outra

-Ora, não se fala de outra coisa nas ruas. Mas passando a negócios. Daqui a uns dias vem uma caravana minha. Chegando, a escolta vais-se embora e preciso de gente a guardá-la até a mercadoria ser vendida. Gente honesta. É só por um dia. Compreende?  Pago-lhe 5 Mo e o dobro se houver sarilhos. Pense nisso e amanhã falo consigo novamente. E esta bebida é por minha conta (e atira uma moedae sai).

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Quem será este...

Tento obter informações sobre este comerciante. Se é conhecido por aqui, se é honesto e que tipo de mercadoria que vende.  

----------
Priskus

O taberneiro diz-te que é

O taberneiro diz-te que é um comerciante de tecidos bem sucedido. Quanto à honestidade (e pisca-te o olho) existe algum comerciante honesto. Entretanto um homem encapuçado (e visivelmente nervoso) pede para falar contigo.

 

"Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Está nervoso? Passa-se

"Está nervoso? Passa-se alguma coisa? Vamos conversar ali para aquela mesa..."

----------
Priskus

Barundar Bladebite levanta o dedo:

«Não gosto de balcões e vocês não têm nada que ver com isso! Prontos, tenho dito!» ;)

Ele escolhe a mesa

Ele escolhe a mesa mais afastada. Abre ligeiramente o manto e vês o o símbolo de Airan dentro de um circulo. O que significa só uma coisa: este homem é um inquisidor. Pertence ao grupo secreto do culto de Airan, os que espiam e punem os que são considerados perigosos para a comunidade (dentro dos parametros tortuosos dos clérigos) e que obedecem unicamente ao grande sacerdote. É necessário ter muito cuidado com ele.

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Digo em voz baixa "Conheço

Digo em voz baixa "Conheço esse simbolo, pode dizer ao que vem?" 

----------
Priskus

Olhando para os

Olhando para os lados desconfiado acaba por dizer.

-Nós temo-lo vigiado. Você parece um homem honesto. E depois vimo-lo a conversar com um certo mercador. Ora suspeitamos que esse homem esteja a fazer contrabando de cobre para dentro da cidade. E como não bastasse isso, o nome dele apareceu em circunstâncias suspeitas. Queremos que você o investigue e veja se as nossas suspeitas sejam verdadeiras.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Pode contar comigo, será

"Pode contar comigo, será informado do que se passar... Eu não estou interessado em participar em actos ilicitos...

E da vossa parte que tipo de ajuda me dão? Espero pelo menos alguma protecção, e ajuda se precisar de tratamentos divinos..."

----------
Priskus

- Airan velará por si.

- Airan velará por si. Terá de ser muito discreto. A hierarquia não se quer involver em nada até ter a certeza. Nessa altura, e só nessa altura, interviremos em força. Até lá, receberá esta poção de cura e uma de protecção contra maldição.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Agradeço

"Obrigado, serei discreto como me pede... Se precisar de falar consigo o que devo fazer?" 

----------
Priskus

Vá à capela local do

Vá à capela local do nosso deus, e escreva um pedido para ser deixado com as oferendas, com o seu nome. O sacerdote encarregar-se-a do resto.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Até breve." Levanto-me da

"Até breve."

Levanto-me da mesa e vou dar uma volta pela cidade.

Amanhã volto à taverna e aguardo o contacto do mercador para aceitar o trabalho. 

----------
Priskus

 No dia seguinte, ele

 No dia seguinte, ele aparece.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Bom dia. Estive a pensar

"Bom dia. Estive a pensar na sua oferta e aceito. Quando começo?" 

----------
Priskus

Ele esboça um sorriso e

Ele esboça um sorriso e diz:

-Assim é que eu gosto! A minha caravana deve chegar ainda hoje, e por isso vamos para os arrebaldes da cidade, onde ela deve chegar.

Ele sai então, e dirige-se para os limites dos bairros exteriores. Vocês aguardam a maior parte do dia (juntamente com mais 4 homens). Quando está quase a pôr-se noite e pensas que esperaste em vão, vês então uma caravana a chegar. Ele diz excitado:

-São eles!  

A caravana avança lentamente. Quando chegam junto a vocês, os homens da escolta (cerca de 40) trocam palavras com o teu novo patrão, ele entrega-lhes uma bolsa partindo eles para a cidade, e os condutores (que são seus empregados) seguem com vocês para os armazéns. Está tudo com aspecto sujo, e esfomeado.

Entretanto, com a noite vem o frio. Vocês depositam as coisas no armazém. Vês então chegar um homem, que vai conversar à parte com o teu patrão.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Investigo

Quando estamos a descarregar tento perceber pelo cheiro e pelo peso se a mercadoria é, ou pode ser cobre.

Tento também perceber se a mercadoria é toda tratada da mesma maneira, ou se parte é tratada de forma especial, ou guardada com mais cuidado.

Estou atento, mas não vou meter o nariz onde não sou chamado.

Tento memorizar a descrição do homem que fala com o meu chefe. 

----------
Priskus

A mercadoria é colocada

A mercadoria é colocada toda ao mesmo tempo, mas ouves então o dono da caravana mandar que duas caixas sejam colocadas num canto.

Terminada a tarefa, o armazém é fechado e vocês tem de ficar cá fora a guardá-lo. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Faço o mesmo que os

Faço o mesmo que os outros, aguardo à porta do armazém... E vou tentando saber informações sobre os meus colegas.

----------
Priskus

Os outros não sabem de

Os outros não sabem de nada, nem querem saber. Mas próximo da madrugada, vês, o teu patrão, a dirigir-se sozinho para as traseiras do armazém. 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vou ter com ele e digo,

Vou ter com ele e digo, não devia ir para as traseiras do armazém sozinho.

Deixe que o acompanhe, não vá termos surpresas.

----------
Priskus

Ele olha para ti

Ele olha para ti surpreendido, mas diz depois:

-Não se incomode, eu estou seguro, volte para o seu lugar.

Ele continua então.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Se precisar de ajuda chame...

"Certo chefe. Se precisar de ajuda chame..."

e volto para o meu lugar.

----------
Hugo Pereira

----------
Priskus

Subitamente o tempo piora,

Subitamente o tempo piora, e comela a levantar-se um vento intenso, com areia a varrer tudo. E ouves um estranho zumbido de onde está o teu chefe. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Tento identificar o

Tento identificar o zumbido enquanto avanço na direcção do meu chefe.

Paro na esquina do armazem, e tendo identificar o local onde ele está e a origem do zumbido.

----------
Priskus

Apecebes-te que o teu chefe

Apecebes-te que o teu chefe está a amarrar pequenas moedas de cobre nas patas de umas abelhas gigantes (do tamanho de mãos humanas) e que as larga depois (seguindo elas uma determinada direcção dentro da cidade).

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

OOC: Subiste de ível, agora és do 3º nível, assim que puder faço as contas e actualizo a personagem.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Volto para a parte da

Volto para a parte da frente do armazem, e vejo como estão a reagir os meus colegas.

Quando tiver oportunidade, digo que estou a ficar cansado e que tenho de ir dormir umas horas...

Aproveito essa ausencia para ir à igreja contar o que vi.

----------
Priskus

Deixas o recado como

Deixas o recado como combinado. Entretanto, quando voltas, vês que o teu patrão está novamente a sair.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Aproximo-me dos meus

Aproximo-me dos meus colegas e digo. Cheguei, não sei se algum de voces precisa de ir descansar... Mas temos de o ir fazendo por turnos...

----------
Priskus

Vários olham para ti e

Vários olham para ti e dizem:

-E se o chefe aparecer? 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Eu exclamo:  "Quantas

Eu exclamo: 

"Quantas horas conseguem ficar sem dormir?"

"Temos de organizar as dormidas... ninguem consegue lutar ou mesmo vigiar sem dormir em condições...".

----------
Priskus

-Bem pensado... Que é que

-Bem pensado... Que é que sugeres? 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Temos de fazer turnos,

"Temos de fazer turnos, não podemos dormir todos ao mesmo tempo..."

----------
Priskus

-Realmente é melhor. Quem

-Realmente é melhor. Quem é que faz quando então?

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Quantos somos ao

"Quantos somos ao todo?"

"Podemos fazer 2 grupos de descanço à noite uns das 18h as 2h, outros das 2h às 10h".

"Convem e ficar a dormir por perto, para o grupo que estiver a dormir ser facilmente acordado em caso de necessidade".

"Tambem podemos ir dormindo umas sestas durante o dia e dormir menos horas à noite..."

"Podemos perguntar ao chefe o que ele prefere, é ele que nos paga... ele que escolha."

----------
Priskus

OOC: Notas que a maioria

OOC: Notas que a maioria dos homens está já exausto de qualquer modo, pois estiveram a noite acordados.

-Decide tu então, o chefe nunca mais aparece. 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Então vamos improvisar

Então vamos improvisar umas camas aqui no armazem.

Fico eu e mais 2 a fazer vigia os outros podem dormir até o chefe aparecer.

Depois eu discuto isto com ele.

----------
Priskus

Passa o tempo... Até que

Passa o tempo... Até que ele aparece.

Ele volta aparentemente satisfeito. 

-Então como estão as coisas? Espero que não tenham tido problemas. Pelo vosso aspecto não, é assim mesmo que eu gosto das coisas. Esta tarde devem chegar já os mercadores com o dinheiro. Entretanto tenho de ir a uma determinada zona da cidade e convinha ir acompanhado, portanto, Phar irás comigo.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Bom dia." "Alguns dos

"Bom dia."

"Alguns dos homens estão a descansar dentro do armazém, é impossível estarmos todos acordados ao mesmo tempo."

"Não sei a que zona da cidade pretende ir, mas como sabe eu tenho algumas amizades nas zonas mais problemáticas, o que lhe poderá trazer chatices..."

"Acha que chega irmos os dois?"

 

----------
Priskus

-Ora, é uma coisa rápida,

-Ora, é uma coisa rápida, num bairro vizinho, a casa de um comerciante tratar de uns negócios. Nem espero sequer problemas. E contigo estarei seguro de certeza-diz ele com sorriso matreiro.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Então vamos lá

Então vamos lá :) 

----------
Priskus

Vão andando pelos

Vão andando pelos corredores sinuosos da cidade, que já estão cehias de gente, até que chegam a uma casa térrea, colada entre duas lojas. O teu patrão bate à porta, e depois abrem-lhe a porta. Ele vira-se para ti e diz:

-Isto não vai demorar nada, é apenas para receber um pagamento. Já saio dentro de uns minutos.

Ele entra e ficas à espera. O tempo vai passando (para além dos breves minutos que devia demorar supostamente), e ele não aparece. Passa mais tempo e ele continua a não sair da casa.

 

  

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Uma vez que já passou

Uma vez que já passou muito mais tempo do que era normal, bato à porta. 

----------
Priskus

Ninguém

Ninguém responde.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Dou a volta à casa, tento

Dou a volta à casa, tento espreitar por eventuais janelas. Encontro mais alguma porta para a casa?

Verifico também se as lojas ao lado estão abertas ou fechadas.

Se encontrar alguém na rua, digo que ando a procura de um comerciante e pergunto como se chama o dono desta casa e aponto para a casa onde entrou o meu chefe.

----------
Priskus

Ao espreitar pela janela

Ao espreitar pela janela vês um alçapão aberto.

Não há mais portas, só aquela principal.

Os comeriantes dizem-te que nunca viram o dono.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Bato mais uma vez à porta,

Bato mais uma vez à porta, e se não tiver resposta tento arrombar a janela e entrar.

----------
Priskus

Ninguêm te responde,

Ninguêm te responde, entras pela janela, e vês então um alçapão. Adaptando a tua visão, vês que é pouco profundo (metro e meio), mas que segue para norte (interior da cidade).

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vou até à igreja rezar e

Vou até à igreja rezar e deixar uma oferenda. Escrevo um pedido para ser deixado com as oferendas, com o seu nome visivel do lado de fora. 

"Fui com o meu chefe receber um pagamento a uma casa que fica na zona da cidade (escrevo o nome da zona), entre as lojas (e indico quais as lojas). Ele ficou de voltar passado pouco tempo e não voltou a aparecer. Arrombei a janela, entrei na casa e descobri que tem um tunel que, aparentemente, leva ao centro da cidade. Penso que este tunel pode ser usado para introduzir o cobre na cidade. Phar."

Depois vou ter com os meus colegas e reporto o que aconteceu, e peço para irem 2 comigo para ao pé da casa e se o chefe não aparecer até ao anoitecer que o melhor é reportar o assunto às autoridades competentes.

----------
Priskus

Passado um bom bocado, um

Passado um bom bocado, um miúdo vai ter contigo e diz que um senhor quer falar contigo na taverna em frente.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Eu aviso os meus colegas

Eu aviso os meus colegas que alguem quer falar comigo, e que vou ali a taverna em frente.

Peço ao miudo para me indicar quem quer falar comigo e se ele sabe quem é.

----------
Priskus

Ele aponta para um homem

Ele aponta para um homem encapuçado dentro e diz:

-Deu-me esta moeda e disse para o chamar.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vou ao encontro do tal

Vou ao encontro do tal encapuçado e digo.

"O que me quer? Isto tem a ver com o desaparecimento do meu chefe?"

----------
Priskus

Ele baixa o capuz e

Ele baixa o capuz e reconheces o inquisidor!

-Calma. Mandámos uma patrulha para a casa e seguiram pelo alçapão. Descobrimos o seu chefe morto. Alguém o raptara, tortura e matara-o. Mais à frente estava um depósito de armas, um verdadeiro arsenal, algumas delas mágicas, assim como ouro, mas nem sinal de cobre. Só que não estava mais ninguém, pois quem quer que fosse fugira. Gostavamos era de saber quem esteve por detrás disto, e que objectivos tinham. Embora saiba que para um bom cidadão o dever cumprido é mais que suficiente, não queremos parecer ingratos, e damos-lhe uma pequena recompensa pelo incómodo de 500 Mo. Mas entretanto precisaremos dos seus serviços por um pouco mais de tempo. Ele faz sinal para te aproximares. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Aproximo-me e digo em voz

Aproximo-me e digo em voz baixa:

"Por acaso nenhuma das armas mágicas é um machado, ou outro objecto que me pudesse ser útil? É que me dava mais jeito que o dinheiro..." 

"Em relação a mais serviços diga que é um prazer ajudar." 

----------
Priskus

-Vou ver o que é possível

-Vou ver o que é possível fazer, se bem que duvido, dado que os objectos mágicos são raros e preciosos, a ordem deve guardá-los para si. 

-Recentemente, caravanas tem sido atacadas. Mas só as que partem daquiaté a próxima cidade a 50 kilómetros. Pensavamos até agora que eram meros bandidos, mas talvez seja outra coisa. Pode partir com uma? 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Bem, eu compreendo e sei

"Bem, eu compreendo e sei que os objectos mágicos são raros e preciosos. Mas tendo em conta que as minhas informações levaram à obtenção de várias armas mágicas, e que estou a arriscar a minha vida para obter a informação. Pode ser que os seus superiores sejam compreensivos."

"Quando parte a próxima caravana? Das caravanas que foram atacadas houve sobreviventes?"

 

----------
Priskus

-Bem, aí está o estranho:

-Bem, aí está o estranho: não sabemos. Encontram-se corpos, mas não todos. E faltam determinadas mercadorias, mas não todas. E nem todas as caravanas são assaltadas. Se existe um padrão, ainda não o detectámos. Parte uma amanhã.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Pelo que me diz não há

"Pelo que me diz não há sobreviventes das caravanas atacadas. Ir com a caravana parece-me demasiado arriscado."

"O que acha de eu seguir a caravana à distância e se esta for atacada seguir os atacantes para ver quem são e de onde vêm e depois voltar com notícias?"

 

 

----------
Priskus

-Também pode ser, se bem

-Também pode ser, se bem que a paisagem é desertica e depois savana. Mas está bem. Parta amanhã ao nascer do sol.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Então eu amanhã ao

"Então eu amanhã ao nascer do sol passo pela igreja, deixo uma oferenda e vejo se sempre conseguiu a arma, ou outro objecto que me possa ajudar. Depois sigo viagem. Até breve."

Depois volto para ao pé dos meus colegas e digo que ouvi noticias do nosso chefe ter sido raptado, torturado e assassinado.

Não sei o que pensam fazer, eu sei que acabei por não receber nada, e não quero confusões para o meu lado...

----------
Priskus

Eles ficam aborrecidos,e

Eles ficam aborrecidos,e acabam por se dispersar.

Na Igreja, espera-te uma poção de stone skin (classe de armadura 0 e -2 de dex), 1 poção de invulnerabilidade a feitiços mentais, 1 machado +1 a acertar.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Guardo as poções com

Guardo as poções com cuidado, e substituo o machado pelo que tinha. Deixo o velho (comprado à pouco tempo) na igreja.

Agradeço e sigo viagem atrás da Caravana.

----------
Priskus

O primeiro dia segue

O primeiro dia segue tranquilo: viaja-se muito de manhã, para-se nas horas de maior calor e retoma-se a meio da tarde. A paisagem mostra que estão no fim do deserto, com pequenos arbustos e tufos de ervas. No segundo estão em plena savana, mas a rotina é igual. No terceiro aproximam-se do rio Stix, e aí a paisagem é densamente arborizada. Passam por uma aldeia e aí param para retemperar forças. Os habitantes intrigados, perguntam quem és.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Sou um cidadão de

"Sou um cidadão de Radjambah, mas a cidade cada vez está mais violenta, por isso decide fazer uma viagem e vou até à cidade mais próxima. Mas porque perguntam?"

----------
Priskus

-De Radjambah? Mas está

-De Radjambah? Mas está ali à frente a repousar uma caravana vindo de lá! Você veio sozinho este percurso todo? Isso é perigoso, com os assaltos que se tem dado ultimamente.   

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

- Qual é o aspecto das

- Qual é o aspecto das pessoas que me estão a fazer perguntas?

"Eu acho que ninguem está interessado em assaltar alguem pobre como eu, os assaltantes devem estar interessados em saquear Caravanas, à procura de mercadorias...

"Eu só quero fazer uma viagem tranquila, e acho que uma pessoa sozinha dá menos nas vistas que uma Caravana, não acha?"

"E os senhores podem dar-me alguma indicação de como evitar esses assaltos?  

----------
Priskus

Lenhadores, agricultores,

Lenhadores, agricultores, gente do campo.

-Não sabemos. Eles atacam sem avisar. Mas felizmente a nós deixam-nos em paz.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

- Ainda bem que não se

- Ainda bem que não se metem com voçês.

- E espero que também não se metam comigo...

----------
Priskus

As pessoas saem para os

As pessoas saem para os seus afazeres. Entretanto a caravana está preparar-se para sair novamente.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Deixo a Caravana partir e

Deixo a Caravana partir e passados uns minutos sigo viagem ao ritmo da Caravana.

----------
Priskus

Nem uma hora passou, quando

Nem uma hora passou, quando de repente, vês a caravana ser atacada por um bando misto de goblins e homens. Os goblins são nitidamente usados como carne para canhão, intervindo os homens depois; mas com o desespero dos defensores, as perdas também são pesadas nestes (restam apenas 4 homens). A caravana é passada a fio de espada. As mercadoria são depois conduzidas nos animais de carga em que vinham para leste.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Escondo-me, e fico à

Escondo-me, e fico à espera que eles sigam viagem.

Depois sigo o rasto deixado pelas mulas para ver onde me leva, o meu objectivo não é intervir mas sim obter informações sobre o esconderijo dos bandidos.

----------
Priskus

Andas um bodado até

Andas um bodado até chegares a um acampamento (já está a escurecer). Vês um homem a gritar com os que chegaram.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Escondo-me o melhor

Escondo-me o melhor possivel, e tento perceber o que o homem grita. 

Depois tento aperceber-me se o acampamento é apenas usado como paragem de uma viagem, ou será que eles vivem mesmo aqui?

----------
Priskus

Tem algumas tendas, mas o

Tem algumas tendas, mas o tipo de coisas que tem, são fáceis de empacotar e sair dali. 

-Deixam-se massacrar assim por um bando de mercadores? São meninas ou quê? Neste andar só podemos atacar lenhadores sozinhos! O que é que eu vou dizer ao chefe?

-Mas é que eles estão mais bem escoltados, já levam profissionais a guardá-los...

-MESMO ASSIM! Sabem o que custa a arranjar goblins minimamente fiáveis? A maior parte é completamente imbecil, e estes que aranjei eram certinhos! O chefe vai ficar fulo e isto vai atrasar a operação toda! Como querem asfixiar a cidade assim? Deixem, lá não posso contar mesmo com vocês, seu bando de imbecis! Ele vem hoje à noite e vê-se o que ele diz.

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Aproveito um momento de

Aproveito um momento de mais barulho para me afastar lentamente.

Escolho um local afastado da estrada, onde fique bem escondido, mas de onde consiga me aperceba da chegada do "chefe" ao acampamento.

Uso o meu skill de orientation para tentar saber a distância e em que direção fica a aldeia por onde passamos.

----------
Priskus

Com tantas andanças não

Com tantas andanças não consegues perceber onde está a aldeia...

http://invisiblecastle.com/roller/view/1620864/

 

Vais esperando, até que ouves um cavalo a aproximar-se. O cavaleiro desmonta e vês um homem baixo a passar: é o mesmo chefe dos bandidos que tiveste de enfrentar há dias atrás e quer fugiu, quando o teu bando foi massacrado. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Deixo que ele se junte aos

Deixo que ele se junte aos outros.

Onde é que ficou o cavalo?

 Eu acho que é fácil aproximar-me do cavalo e solta-lo sem ser visto? Será fácil simular que o cavalo ficou mal preso e fugiu?

----------
Priskus

Os cavalos estão a uma

Os cavalos estão a uma certa distância, mas é preciso que não relinchem. 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

O meu objectivo é obter o

O meu objectivo é obter o máximo de informação.

Vou aproximar-me o mais que puder do acampamento, com prudência e silenciosamente.

E vou tentar ouvir a conversa deles.

----------
Priskus

Aproximas-te e ouves o que

Aproximas-te e ouves o que podes. Dizem que terão de aguardar até arranjarem reforços, porque neste momento, estão muito enfraquecidos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Consigo perceber se o chefe

Consigo perceber se o chefe pretende passar aqui a noite ou se só veio falar com eles? Algum sinal de saco ou mochila ou veio sem nada? 

----------
Priskus

           Ele trouxe

 

 

 

 

 

 Ele trouxe um pequeno saco e prepara-se para partir de volta.

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Afasto-me lentamente do

Afasto-me lentamente do local onde me encontro. E sigo na direcção para onde ele for.

o meu objectivo é seguir a estrada, se houver e as eventuais pistas que ele possa deixar. Quero obter o máximo de informação possivel sobre ele.

----------
Priskus

Vais seguindo atrás dele,

Vais seguindo atrás dele, quando subitamente ouves um assobio. Ele pára, olha à sua volta, desmonta e entra em direcção ao mato novamente.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vais seguindo atrás dele,

Vais seguindo atrás dele, quando subitamente ouves um assobio. Ele pára, olha à sua volta, desmonta e entra em direcção ao mato novamente.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Escondo-me do outro lado

Escondo-me do outro lado da estrada. e fico a tentar perceber o que se está a passar.

Quanto tempo passou desde que saimos do acampamento? Ele deixa o cavalo na estrada ou conduz o animal com ele para o mato? A assobio vinha da direcção onde ele entrou?

----------
Priskus

Passou menos de uma hora.

Passou menos de uma hora. Ele trouxe o cavalo a pé para dentro do mato

O assobio vinha da direcção de onde ele foi, mas não avançou muito, por que o ouves a falar. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Tento ouvir a

Tento ouvir a conversa.

----------
Priskus

O estranho, é que só

O estranho, é que só ouves a voz do homem que estás a perseguir, não ouves mais nenhuma, o outro deve estar a falar extraordinariamente baixinho. Queres aproximar-te mais (para ao menos ver com quem ele está?), ou apenas ouvir os comentários do outro?

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Por enquanto fico a ouvir

Por enquanto fico a ouvir apenas meia conversa.

----------
Priskus

-Tem a certeza? Claro, não

-Tem a certeza? Claro, não estou a colocar isso em dúvida- apressa-se a dizer.

-Mal regresse?- Está bem. E eles estão prontos? E ela pode ficar minha? Muito bem, partirei imediatamente.

Sentes que ele está a regressar.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Continuo a segui-lo por

Continuo a segui-lo por onde ele for.

----------
Priskus

Ele regressa à cidade.

Ele regressa à cidade. Mete-se num dos bairros periféricos e entra dentro de uma casa aparentemente abandonada. 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vou ao templo fazer o

Vou ao templo fazer o processo habitual.

Escrevo uma nota com toda a informação:

Eles usaram goblins no ataque à caravana. Venceram por pouco.

Segui-os até ao acampamento. Tentando descrever a localização ou como lá chegar e que é um acampamento que facilmente muda de lugar ...

O lider do grupo que estava a atacar as caravanas, esperava no acampamento e disse para o grupo: "O chefe vai ficar fulo e isto vai atrasar a operação toda! Como querem asfixiar a cidade assim?"

O chefe visitou o acampamento, é um careca que penso que se chama Dawkins. Era o mesmo que estava o chefiar o grupo que atacava as lojas e que fugiu no ataque ao armazem. (penso que sabe o que se trata pois disse que sabia o que eu tinha feito).

Segui o chefe depois do encontro no acampamento, e passado mais ou menos uma hora de viagem alguem assobiou da floresta, ele entrou um pouco na floresta e estiveram à conversa, só consegui ouvir a parte do Dawkins que transcrevo.

"

-Tem a certeza? Claro, não estou a colocar isso em dúvida - apressa-se a dizer.

-Mal regresse?

- Está bem. E eles estão prontos?

E ela pode ficar minha?

Muito bem, partirei imediatamente.

"

Lembro-me nome de Tarquin, como estando numa carta que apanhei enviada a Dawkins no armazem, penso que Tarquin será um superior do Dawkins.

Não sei se foi com esse tal Dawkins que ele esteva à conversa, pois não vi ninguem nem ouvi nada. Não me aproximei para não comprometer a informação que tinha conseguido.

Depois segui-o até um bairro onde ele se escondeu numa casa que aparentemente estava abandonada.

Temo que eles vão atacar alguem e já, pelo teor da conversa.

É preciso agir e já !!!

Phar.

Assino e deixo a minha oferenda.

 

Depois disto volto para a zona da casa onde eles se esconderam e procuro outra casa abandonada de onde dê para ficar a vigiar.

----------
Priskus

Ora bem, ele chegou ao

Ora bem, ele chegou ao entardecer e foi à tal casa a seguir. O que significa que é noite quando começas a vigia (depois de um dia inteiro de viagem pelo deserto). Queres ficar mesmo acordado? 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Se calhar o melhor é

Se calhar o melhor é ir dormir... E quando acordar procurar o local de onde vigiar a casa. 

----------
Priskus

Dormes tranquilo, depois do

Dormes tranquilo, depois do que sucedeu nos dias anteriores. Quando te diriges para a casa onde vais vigiar (passando nas ruas cheias de reboliço), notas (e outros com tu), que estão algumas pessoas a vir aos gritos histéricas da periferia. Mais atrás vês algumas virem com ar tropego e lento.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

O que é que as pessoas

O que é que as pessoas gritam?

E quantos é que eu acho que são os que vêm com ar tropego e lento?

----------
Priskus

-Socorro! Eles estão a

OOC: Algumas dezenas. Agorea que os vês mais perto, eles tem os braços estendidos e e murmuram sons incompreensiveis.

Os que fogem dizem o seguinte: 

-Socorro! Eles estão a atacar todos!

-Fujam! São assassinos!
-Não! São possessos! 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vejo guardas ou alguem a

Vejo guardas ou alguem a tentar parrar os possessos?

Se alguem os combater eu ajudo, senão ajudo as pessoas a fugir... até ter ajuda para os combater.

----------
Priskus

Algumas pessoas tentam

Algumas pessoas tentam resistir, mas reparas então com horror, que os possessos, levam com golpes que deveriam matar pessoas normais (estocadas no coração) e continuam a avançar, mordendo e rasgando com as unhas quem podem, e depois devorando as vitimas, tendo sempre um ar de estranha impassibilidade... A maioria das pessoas então foge. Passado um bocado lá aparece a milicia, e colocam-se em formação. São civis abastados, que tem dinheiro para comprar armas um pouco melhor, mas estão longe de ser soldados.

 

 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Junto-me a eles e luto

Junto-me a eles e luto !!! 

----------
Priskus

A coisa corre bem. Embora a

A coisa corre bem. Embora a milicia não seja muito boa em combate, e os possessos sejam extremamente resistentes, rapidamente descobres que é preciso desfaze-los ou esmagar-lhes os cranios para o matar (em termos de jogo, eles tem o dobro dos pontos normais, se bem que um lançamento em que tenhas 20, considera-se que tenhas acertado na cabeça e com 5 de dano, eles são destruídos). Do vosso lado há apenas alguns feridos, sem nada de grave. Quando os cavaleiros chegam, está tudo resolvido.

  

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Dirijo-me ao cavaleiro que

Dirijo-me ao cavaleiro que aparentar ser o chefe. E peço para falar com ele.

"Digo que estes possessos pareciam mais resistentes do que o normal, e pergunto se eles têm ideia de onde possam ter vindo."

----------
Priskus

-Não sei, apareceram pelos

-Não sei, apareceram pelos vistos da periferia. Vamos mandar sacerdotes vê-los.

Subitamente ouvem-se gritos. Vês que vários membros da milicia aracam os seus colegas.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Olho a minha volta e tento

Olho a minha volta e tento perceber o que se passa.

Espero por uma reacção dos cavaleiros.

----------
Priskus

Apercebes-te que os homens

Apercebes-te que os homens que atacam os seus colegas, tem os mesmo movimentos tropegos e olhar vitreo que o inimigo de há pouco e não usam armas mas apenas as mãos e dentes, ferindo os colegas. Os cavaleiros ficam perplexos mas ao ver a situação deteriorar-se começam a atacar os agressores tentando evitar ferir os outros. A situação começa  rapidamente a descambar, pois ouvem-se gritos na vossa retaguarda e dentro da cidade.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Digo para os cavaleiros

Digo para os cavaleiros que provavelmente quem é ferido pelos possesos fica também possesso e que vou refugiar-me dentro da cidade.

E avanço rapidamente para o interior da cidade contornando os possessos que são mais lentos que eu, na esperança de os conseguir contornar. 

----------
Priskus

Vais a correr a desviar-te

Vais a correr a desviar-te dos possessos.

http://invisiblecastle.com/roller/view/1640917/ 

 Os cavaleiros ouvem a ordem de retirada e fazem o mesmo. Retiram para dentro da cidade e isolam-se dos que estão fora. Mas dentro da cidade estão a dar-se também combate, entre possessos (em menor número e cavaleiros).

 

 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Tenho medo de contágio,

Tenho medo de contágio, mas tenho de ajudar na luta contra os possessos !!! 

Antes de começar a ajudar vejo como os cavaleiros lutam e se tomam alguma medida de precaução. 

Depois de me aperceber da situação, junto-me a eles, e tenho os mesmos cuidados. Além disso ainda actuo da seguinte maneira:

Ataco apenas possessos que estejam sozinhos (sem outros perto) e ja envolvidos em combate com outros cavaleiros. Ataco de preferencia pelas costas ou flancos e digo aos cavaleiros:

"Todos os cuidados são poucos, lutem com cuidado, não podemos ser feridos ou ficamos possessos também. Vigiem as costas uns dos outros, não se deixem surpreender..."

----------
Priskus

Matas dois possessos; em

Matas dois possessos; em tempo normal terias massacrado uns 5 ou 6 humanos, mas eles são incrivelmente resistentes e imunes à dor; cortas 1 braço, 2 braços, e eles continuam a lutar sem gritar. Alguns dos cavaleiros acabam por sucumbir ao número. A milicia já se volatilizou, só ficando um punhado que tenta lutar e evitar o contágio.

De repente os cavaleiros começam a retirar e tem de lutar entre outros possesos (percebes que foram pessoas que foram contagiadas e, fugiram e contaminaram outras). Os cavaleiros acabam por retirar para a cidadela.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Tento retirar com os

Tento retirar com os cavaleiros.

Se tiver com dificuldades em conseguir entrar digo que estou ao serviço dos sacerdotes de Airdain e que tenho informações importantes para comunicar.

Se tiver de ser mais especifico digo que ando a investigar os ataques às caravanas e algumas tentativas de introdução de cobre na cidade ilegalmente. 

 

----------
Priskus

Eles deixam no segundo

Eles deixam no segundo lance da muralha quem não mostra sinais de feridas. Só que rapidamente se ouvem mais gritos. Subitamente vês um remoinho no céu, que dura uns instantes. Um grupo de cavaleiros fica na escada da cidadela a lutar. De repente o cavaleiro para quem estiveste a trabalhar, chama-te.

 

  

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Apresso-me a ir ter com

Apresso-me a ir ter com ele e vou com um ar assustado...

----------
Priskus

Ele está com mais dois

Ele está com mais dois cavaleiros e correm para uma entrada na cidadela, com uma escadaria. Algumas pessoas ainda incólumes vão trepando por aí. Os seus dois companheiros deixam as pessoas passar, mas depois impedem outras (adultos, mulheres, crianças) que ainda não ficaram possessas e que também querem entrar, mas tem feridas.

Estas gritam:

-Não nos deixem à mercê deles!

-Salvem-nos!

-Levem o meu filho por favor, tenham misericórdia!

Os cavaleiros recusam e dá-se uma luta até que as pessoas que querem entrar são atacadas pelas costas pelos possessos e lutam contra elas, dando algum alivio aos 2 cavaleiros, que entram da cidadela. O teu patrono dentro da cidadela vai por um corredor e entra numa sala. Aí está um clérigo. Ele faz-lhe um sinal imperceptivel e seguem os 3 por um labirinto de portas e por uma escadaria que entra num subterrâneo. Aí vira-se para ti e fala:

-Ouve, dentro da cidadela, as pessoas estão seguras por algum tempo; quem ficou de fora ou foi morta ou será convertida numa daquelas creaturas em pouco tempo.

-Aquelas pessoas estão mortas, quando são feridas, a doença contagia o corpo todo e morrem, mas voltam à vida naquela forma aberrante- diz o clérigo.

-Seja como for, temos comida por alguns dias, mas estaremos cercados por aquilo sem hipótese de fuga.

O clérigo intervém:

-A não ser pelo túnel. Mas disso falaremos depois. Eu já li sobre esta ameaça. Há milhares de anos atrás houve uma guerra semelhante- ele mostra um grosso volume que tem debaixo dos braços em caracteres elficos- "Nesses tempos Azroliak tentou restabelecer o domínio do caos, levantando os mortos e todas as criaturas más, mas o negro derrotou-o e ao caos, sendo sepultado na montanha da planicie eterna". Não há mais referências. A planicie eterna é o nosso território em linguagem arcaica, e a montanha, devem ser uns montes que há cerca de uma centena de kilómetros para sul. Talvez se possam encontrar aí mais dados sobre isto? Teriamos de mandar alguêm para aí pelo túnel o mais depressa possível para ver se encontrava algo que nos ajudasse.

 

 " Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Então não sabemos quem

Então não sabemos quem era e o que era esse negro nem como ele derrotou Azroliak?

 

----------
Priskus

-Não sabemos mais nada. É

-Não sabemos mais nada. É a única referência que temos, só indo lá. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Eu estou disposto a ajudar

Eu estou disposto a ajudar no que for preciso.

E prefiro ir procurar respostas do que ficar cercado de possessos...

----------
Priskus

A missão é arriscada. E

A missão é arriscada. E infelizmente só lhe posso ceder 3 coisas: um mapa muito antigo, uma poção de cura e uns óculos mágicos que permitem ler línguas desconhecidas. 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Vou precisar também de

Vou precisar também de papel, tinta e pena, para transcrever o que encontrar.

Ajudem-me com o mapa, para ter a certeza que os estou a intrepertar bem, e partirei de seguida...

----------
Priskus

-Certo, certo, eu

-Certo, certo, eu arranjou-lhe isso-ele entrega-te papel, uma pena e um frasco de tinta.

-Pronto, está tudo e posso conduzi-lo pelo túnel?

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Então vamos

Então vamos lá.

Aguentem-se firmes aqui.

Eu espero regressar em breve com novidades.

----------
Priskus

Segues por um corredor

Segues por um corredor escuro que vai seguindo debaixo de terra por um tempo aparentemente infindável. Depois sentes que ele se inclina para cima, e vais seguindo até te aperceberes que existe um alçapão de madeira. Abre-lo com algum esforço e és cegado pelo sol. Vês ao longe a cidade, alguma vegetação e mais nada. Não há possessos na tua zona.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

De acordo com as

De acordo com as indicações que tenho no mapa e que me deram antes de partir, qual é a cidade que consigo avistar?

Desenho um esboço do que vejo da cidade localizando a posição do sol. O meu objectivo é conseguir uma referencia para mais tarde voltar a encontrar a entrada do tunel.

Depois volto a fechar o alçapão e dirijo-me à cidade.

----------
Priskus

A cidade que vês, é

A cidade que vês, é ainda Radjamba de onde saiste; o túnel é para escapar da cidade. O teu objectivo fica a sul. Algures.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Para Sul ...

Elaboro o esboço para mais tarde conseguir reentar na cidade.

E dirigo-me para Sul à procura da montanha...

Tanto tempo naquele tunel pensava que já estava noutro continente :)

 

----------
Priskus

VAis andando, andando, e

VAis andando, andando, e andando. Chegas a meio do dia, o sol está abrasador. Continuas. Deixas de ver árvores ou arbustos, apenas pequenos montes de ervas ocasionais. Ao fim de mais umas horas vês um bando de hienas que se aproximam de ti (estão a uma centenas de metros); são 6 e vês que vão rodear-te. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Elas que venham até mim...

Aguardo que elas se aproximem. 

Preparo a sling e esferas para atingir as hienas que estiverem perto do meu alcance. Altura em que começo a atirar esferas...

Assim que tenha uma em alcance de carga, não hesito, largo a sling agarro rapidamente a espada e faço uma carga para cima dela GRITANDO o mais alto que conseguir de modo a tentar intimida-las.

OOC : Relembro que comprei uma chain mail (ainda aparece leather no resumo em cima) e que tenho uma arma que dá +1 no ataque (talvez o THACO de melee seja 17 e não 18 - pelo menos com essa arma).

----------
Priskus

OOC: Já corrigi. Deste

OOC: Já corrigi. Deste modo, os teus adversários deixam de estar à tua altura.

Feres duas hienas com a funda e matas outra; as outras fogem rapidamente.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Sigo Viagem

OOC: As hienas pensavam que se estavam a meter com um qualquer...

Continuo a viagem para Sul. 

----------
Priskus

Vais seguindo para sul.

Vais seguindo para sul.

1º dia

 Apesar do calor, o caminho faz-se bem.E sentes que estás perto

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649143/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649148/

 

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649144/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649150/

 2º dia

Embora sintas algum cansaço, és afinal um anão, e não é um calorzito que te vai deitar abaixo. Só queficas inquieto, pois o caminho é mais longo do que supunhas

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649145/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649151/

 

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649146/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649153/

Mas quando chegas à noite estás de rastos.

3º dia

Estás cansado, mas ainda te aguentas. E vês as tais montanhas.

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649147/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1649154/

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Descançar

Continuo sem vegetação?

Sem sombras?

Algum local onde possa descançar?

----------
Priskus

Apenas as montanhas que

Apenas as montanhas que são o teu objectivo. Mais nada.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Consulto o mapa. Indica

Consulto o mapa.

Indica algum lugar especifico nas montanhas?

Identifico alguma gruta no mapa?

Ao olhar para a montanha existe alguma coisa que me chame a atenção?

----------
Priskus

 Existe um caminho no

 Existe um caminho no mapa. Mas o mapa é tão velho, que não tens a certeza de que ainda exitsa.
 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Tento localizar, e

Tento localizar, e seguir, o caminho que está no mapa...

----------
Priskus

     Vais seguindo. O

 

 

 Vais seguindo. O caminho está abandonado, mas sem vegetação ainda é visivel.Mas algum tempo depois vês um pequeno lago.  E montes de ossos de animais, quebrados como se alguêm os tivesse partido. E ouves então:

-Mim não acreditar! Carne de anão finalmente!

Vês um gigante a babar-se por ti. 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Desculpa a demora, mas fui pai no dia 9 :-)

Preparo a funda e uma esfera e digo.

"Se quiseres viver deixa-me seguir o meu caminho... A minha missão é demasiado importante para perder tempo a matar-te...".

"Se quiseres Carne de Hiena matei algumas a uns kilometros daqui, basta seguires as minhas pegadas..."

----------
Priskus

 OOC:  Parabéns! Eu

 OOC:  Parabéns! Eu voltei agora de uma semana de férias na grécia e por isso estive incontactável também.

 O gigante está demasiado babado e ataca-te de qualquer modo.

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OOC: Espero que as férias

OOC: Espero que as férias tenham sido boas :)

OOC: Os bonus raciais vs Gigantes são automáticos?

Ataco primeiro com a funda, e quando ele estiver ao meu alcance ataco-o com a minha arma nova :)

 

----------
Priskus

 OOC: Sim, mas lembra-te

 OOC: Sim, mas lembra-te que ele tem força, muita força... E montes de pontos de vida. E tu tens várias poçõe, que dariam jeito agora.

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OOC: Confirma se são

OOC: Confirma se são estas as poções que tenho:

1 - Força 

1 - Carisma

1 - Haste

2 - Cura

Será isto?

---///---

Bebo as poções de força e haste. E ataco a besta !!!

----------
Priskus

Com as tuas poções atacas

Com as tuas poções atacas o teu adversário (acrescido do golpe à distância)

 

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672614/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672617/

 

Ele ataca-te por sua vez.

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672618/

 

Ele falhou redondamente e está gravemente ferido, mas decide prosseguir o combate na mesma.

Atacas  tu:

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672620/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672621/

 

Ataca-te ele

 http://invisiblecastle.com/roller/view/1672622/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672623/

Está moribundo mas com a raiva ele continua.

Atacas tu:

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672625/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672626/

Ele:

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672627/

Última ronda: Máta-lo.

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672627/

Ele ainda se defendeu

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672635/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1672638/

 

Estás gravemente ferido. Arrastas-te até à gruta que vês em frente e desmaias aí. Acordas no dia seguinte (recuperando um ponto).

Estás com 7 pontos.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

   Pequeno pormenor:

 

 Pequeno pormenor: passaste para 5º nível, por isso vais distribuir 16 pontos por skills. Amanhã devo actualizar-te e retomamos.

 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

:-)

Posso subir os 16 pontos no skill de Orientação?

----------
Priskus

 OOC: Já está feito e

 OOC: Já está feito e fiz as alterações necessárias. Podemos retomar.

Quando acordas, vês que a gruta (onde te refugiaste para fugir ao calor, acaba ao fim de uns metros, mas notas no meio de uma pilha de ossos, alguns objectos a brilhar.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Brilho nos olhos

Fico com um brilho nos olhos e vou investigar a pilha de ossos. Investigo também a caverna, para ver se existem tuneis, paredes falsas, etc..

----------
Priskus

 Encontras cerca 100 Mo, 2

 Encontras cerca 100 Mo, 2 gemas, 1 anel, uma poção de fogo de 4 doses (1d10+2 de dano cada dose), 1 poção de cura.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Não há passagens ou o que

Não há passagens ou o que quer que seja na gruta. Terás de seguir caminho pelas montanhas

 

 

 

 

 

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Guardo as moedas de

Guardo as moedas de ouro, as gemas o anel e as poções cuidadosamente. 

Como é que me sinto fisicamente? Preciso de mais repouso? Estou ferido?

Se estiver em boas condições sigo viagem, se não estiver o melhor é beber uma poção de cura antes de seguir viagem.

----------
Priskus

Estás bastante ferido da

Estás bastante ferido da luta contra o gigante (perdeste mais de metade dos teus pontos de vida).

 

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Uma vez que tenho pressa em

Uma vez que tenho pressa em obter informação e regressar à cidade, bebo uma das 3 poções de cura que tenho.

Certifico-me que a gruta é mesmo só isto e que não existe nenhuma passagem nem nada escrito nas paredes da gruta.

Consulto o mapa para tentar localizar a minha posição e sigo viagem. 

----------
Priskus

 Segues em frente vês que

 Segues em frente vês que a montanha se ergue à tua frente. Mas um caminho está escavado na rocha até entrar no que deve ser uma entrada, uma centena de metros acima.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OCC: Tenho de escalar? Sigo

OCC: Tenho de escalar?

Sigo viagem, quando estiver perto, para para escutar os sons que me rodeiam.

Consigo ouvir alguma coisa? 

----------
Priskus

 Não, o caminho é

 Não, o caminho é talhado na pedra. É feito com grande graciosidade (como tens uma dex elevada, não precisas de fazer testes para ver se manténs o equilibrio na escadaria).

Quando chegas ao cimo, percebes que está uma pequena muralha natural à tua frente com uma apertada entrada. Passas por aí, e de repente estás num panalto, de cerca de 1km quadrado. Curiosamente a temperatura é amena e vês uma área verdejante. Árvores, relva e arbustos abundam. No meio, vês ruinas de casas. Paredes, colunas, tudo muito delicado e belo, construído com graciosidade. Faz-te pensar que deve ser elfico. Não vês propriamente marcas de destruição, mas apenas de abandono. E é tudo muito, muito velho. Ouve-se apenas o som do vento.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

O Silêncio não me deixa

O Silêncio não me deixa tranquilo. 

Tenho o presentimento que não estou sozinho... 

Fico um bocado a contemplar o que me rodeia, e tendo identificar edificios que me pareçam mais importantes. Origens de água. Locais que podem ser usados para vigiar a área de entrada e o espaço em geral.

Identico algum sinal de presença ou passagem de pessoas ou criaturas?

Se não identificar nada, avanço para a zona de edifícios.

----------
Priskus

 Vais avançando aos

 Vais avançando aos poucos de forma cautelosa.Reparas no entanto que um par de edificos ainda estão em bom estado. E vês ao fundo uma figura parada, a olhar para ti.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Paro. Consigo distinguir a

Paro.

Consigo distinguir a raça da figura?

Digo cordialmente. "Bom Dia."

----------
Priskus

 É um elfo. Ele responde

 É um elfo. Ele responde com ligeiro sotaque elfico.

-Bom dia mestre anão. A que vens a estas paragens recônditas?

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

O meu nome é Phar

O meu nome é Phar Stonefist e venho da cidade de Radjambah.

Segui um mapa antigo que me trouxe até aqui. Venho em busca de informação sobre Azroliak quem foi e como foi derrotado.

Confesso que não esperava encontrar algo assim no topo da montanha.

O que é isto?

----------
Priskus

-Azroliak? Hum, eis um nome

-Azroliak? Hum, eis um nome pouco comun. Sabe-se apenas que era um demónio que servia outra entidade e que foi derrotado. Mas isto foi há tanto tempo, que não se sabe mais nada, são de tempos esquecidos; tenho 400 anos, e não existia ninguém no tempo do meu avó que tivesse presenciado isso, por isso já deve ter sido há uns bons milhares de anos. Quanto a esta cidade, confesso que a descobri há um século atrás por acaso. Não faço a minima ideia que cidade era, já estava em ruinas, mas como era um sitio sossegado, decidi viver aqui. Como o gigante lá de baixo não consegue subir, vive-se tranquilo

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

O gigante quis comer carne

O gigante quis comer carne de anão e tive de o matar.

Tenho informações que dão a entender que Azroliak foi sepultado nestas montanhas.

Nunca viu nada sobre isso aqui? é urgente pois a cidade está a ser atacada por possuidos. Eu viajei até aqui em busca de respostas...

(Tento perceber pela reacção dele se ele já sabia que a cidade está a ser atacada, ou se mostra preocupação com o que digo.)

----------
Priskus

Ele não parece ligar muito

Ele não parece ligar muito à parte da cidade ser atacada, mas não consegues percebes se está a ser sincero ou não.

-Azroliak aqui sepultado? Duvido muito, os demónios não costumam deixar corpos visiveis quando são banidos. Existe aqui um túmulo de facto, mas nunca tive curiosidade de ver de quem era, e não me parece que os elfos daqui fossem fazer um túmulo a uma criatura dessas- diz ele para ti indignado- mas é muito velho mesmo.

-De facto- diz ele pensativo, poderia ser contemporâneo dele. Encolhendo os ombros diz:

-Bem, só indo lá ver. Fica num hipogeu no centro da cidade, devia ser realmente alguém muito importante.

 

 

http://invisiblecastle.com/roller/view/1686717/

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Pode guiar-me

Pode guiar-me lá? 

----------
Priskus

-Bem, não tenho muito mais

-Bem, não tenho muito mais para fazer, por isso podemos ir.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Aproveito a viagem para lhe

Aproveito a viagem para lhe fazer algumas perguntas. 

"Vive aqui sozinho? O que faz para se entreter?"

----------
Priskus

- Medito e escrevo poesia.

- Medito e escrevo poesia. Este sítio é extremamente inspirador, fazer isso numa cidade é completamente impossivel, existe sempre barulho. Aqui pelo contrário há paz. 

Vocês vao avançando pelas ruinas dispersas, até que chegam a uma escadaria que dá para o interior da terra.

-É aqui.

Ele desce pelas escadas.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

A escadaria tem aspecto

A escadaria tem aspecto de ter sido utilizada recentemente? 

----------
Priskus

É dificil de dizer: não

É dificil de dizer: não tem pó nem teias de aranha como se a decadência se recusasse a passar por ali, mas também não tem sinais de uso.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Comento. "Estava à espera

Comento.

"Estava à espera de encontrar um local, sujo cheio de pó e teias de aranha..." 

----------
Priskus

-Não, a magia que protege

-Não, a magia que protege este local impede isso. O local ficaria muito feio se estivesse com teias de aranha e pó-diz-te ele com toda a naturalidade do mundo. 

Ele vai prosseguindo.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Eu vou seguindo.  "Este

Eu vou seguindo. 

"Este lugar está protegido por magia?"

 "E porque é que terão abandonado este lugar tão belo?"

----------
Priskus

- De certo modo sim. Coisas

- De certo modo sim. Coisas más não poderiam entrar aqui, ficariam muito desconfortáveis- ele diz com um sorriso, mostrando que de certa forma isto foi um teste- só magos muito poderosos poderiam vandalizar este sítio. Mas não faço a minima ideia porque isto foi abandonado. Não há sinais de destruição, parece apenas que quem quer que vivesse aqui foi-se embora, ou desapareceu.Como já tinha dito, nunca tinha ouvido falar deste local.

Continuando, vocês seguem por um corredor. O local é fresco, mas não desagradável; sobretudo para estilo elfico é muito sóbrio. No fim, chegam a uma sala redonda.

-Pronto está ali o túmulo. 

Vês de facto o túmulo. Tem um aspecto incrivelmente antigo, com um alto relevo no topo do sarcófago. Um elfo claro. Mas de feições um pouco estranhas. Estão caracteres elficos que não conheces e depois colocas os oculos que te permitem ler:

Harker BladeLeaf- o destruídor do Titã do Ether

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Digo "Harker BladeLeaf o

Digo "Harker BladeLeaf o destruídor do Titã do Ether" 

Depois viro-me para ele e digo. 

"Este Elfo tem feições estranhas."

Começo a procurar na sala por mais coisas escritas e pergunto: 

"Sabe alguma coisa sobre ele ou o Titã do Ether?"

----------
Priskus

O sarcofago tem imensas

O sarcofago tem imensas representações de combate, do tal elfo contra algumas criaturas que conheces (goblins, demónios), e outras que nunca viste.

-Titã do ether, titã do ether, hum, o nome não me és estranho, mas não me lembro de onde. Quanto à cara dele, parece-me quase um drow, mas mais suave. Mas não pode ser um drow, pois eles são maus, e nunca o teriam sepultado aqui. Se ele foi um grande heroi, devem ter colocado as coisas dentro do próprio sarcófago, não fazia sentido colocarem fora. O que é que andas à procura exactamente? 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"O que eu sei é que um tal

"O que eu sei é que um tal de negro derrotou o Azroliak e que foi sepultado na montanha da planicie eterna."

A minha missão é tentar descobrir como o negro os derrotou. É que podemos estar perante uma situação semelhante.

Temos os possesos a atacar a cidade...

Será que este Elfo será o Negro?

----------
Priskus

-Bem, os drows tem a pele

-Bem, os drows tem a pele negra, da cor do ébano. Por isso faz sentido. Vamos ver o que contém?

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

"Não me sinto muito

"Não me sinto muito confortável por abrir o sarcofago... Mas, tendo em conta as circunstâncias, não tenho alternativa."

----------
Priskus

Vocês abrem o

Vocês abrem o sarcófago... e vêm equipamento lá. Uma armadura resplandescente (infelzimente muito grande para ti), um magnifico arco com uma aljava cheia de flechas ao lado (idem), uma espada (esta já te serve perfeitamente), várias poções, um livroe um scroll. Nada de ossos ou corpo.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Digo em voz alta: "Não

Digo em voz alta:

"Não quero interferir com este local. Mas preciso de saber se este livro me indica a maneira de combater os possesos".

E pego no livro.

----------
Priskus

Quando a tua mão se

Quando a tua mão se aproxima do livro e o agarra, a espada começa a brilhar e sentes um calor agradável. Ao afastares a mão, a sensação desaparece.

 Dás uma olhadela e ao fim de algum tempo pareces encontrar uma referência ao assunto dos possessos.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Leio com atenção essa

Leio com atenção essa parte do livro.

----------
Priskus

 http://invisiblecastle.com

 http://invisiblecastle.com/roller/view/1694507/

Consegues percfeber que tem uma oração especial que tem de ser pedida por um clérigo, que dá para eliminar os possessos (embora a palavra não seja exactamente essa, mas "os que retornam da morte, continuando presa a ela") numa grande área.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Comento com o elfo: "Parece

Comento com o elfo:

"Parece que a solução para o problema dos possessos está neste livro."

"Quando aproximei a minha mão do livro, a espada brilhou e senti uma sensação de calor agradável. Acho que a espada me quis dizer «leva-me contigo»."

Volto a aproximar a minha mão da espada devagar, até a agarrar gentilmente. Arrumo-a e digo para o elfo:

"Vou ter de voltar o mais rapidamente possível à cidade para ajudar a resolver o problema. Não sei se está interessado em acompanhar-me."

----------
Priskus

Ele olha para ti e depois

Ele olha para ti e depois exclama contente:

-Claro! Assim posso escrever um épico em vez de apenas poesia contemplativa! É uma excelente idea!

 

OOC: Subiste para 6º nível. vou fazer as contas, mas podemos prosseguir o jogo. 16 pontos de skills

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OOC: ponho os 16 pontos no

OOC: ponho os 16 pontos no orientation.

Digo ao meu nome companheiro de aventura.

Como deve saber o deserto é muito duro, precisamos de uma boa refeição e de nos hidratarmos para o caminho. 

----------
Priskus

-Não te preocupes tenho

-Não te preocupes tenho comida que dá à vontade.

Ele leva-te a uma das casas, retira um livro, uma espada e um arco, uma espécie de pão embrulhado num tecido e um liquido que coloca dentro de um cantil e vai tudo para uma mochila.Serve-te entretanto comida (tudo à base de vegetais, mas ficas satisfeito) e uma bebida doce que te deixa também sem sede.

 Já cá fora, murmura umas palavras e a porta fica fechada.

-Pronto, podemos ir para a aventura!

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Espero que a viagem de

Espero que a viagem de regresso seja mais calma que a vinda para cá... Aquele gigante ali em baixo estava mesmo com vontade de me comer.

Temos de seguir para Norte, até encontrar a entrada do tunel que dá acesso ao interior da cidade.

----------
Priskus

http://invisiblecastle.com/r

http://invisiblecastle.com/roller/view/1695726/

Vocês seguem para norte sem qualquer problema; vão direitinhos sem se perderem. Só que nas proximidades de onde deveria estar o tunel da cidade detectam um bando de possessos (7)...

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Digo. "Quem for ferido

Digo.

"Quem for ferido por estes possessos torna-se possesso também."

"No livro que estava no tumulo estava uma oração especial que tem de ser pedida por um clérigo, que dá para eliminar os retornam da morte, continuando presos a ela, numa grande área."

"Vi que disse umas palavras mágicas para fechar a porta da sua casa, não sei se os seus poderes permitem usar esta oração."

----------
Priskus

-Não, eu sei um pouco de

-Não, eu sei um pouco de magia, mas não tenho poderes de clérigo. 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

- A entrada do túnel para

- A entrada do túnel para a cidade deve estar por aqui. Não sei o que fazem estes possessos aqui.

- Será que vierem pelo tunel? Será que a cidade sucumbiu por inteiro aos possessos?

- Temos de os destruir e eles são muito resistentes. E todo o cuidado é pouco lembre-se que quem for ferido torna-se num deles...

- Podemos tentar destruir alguns à distância. Use o arco que eu protejo-o se algum se aproximar de nós.

OOC: Luto com a espada nova.

----------
Priskus

Lançam as flechas, mas

Lançam as flechas, mas além de tornarem os possessos ainda mais feios, não lhes parecem fazer grande mossa. Quando eles se aproximam e dás um golpe no primeiro:

http://invisiblecastle.com/roller/view/1697735/

http://invisiblecastle.com/roller/view/1697736/

Vês que lhe fizeste um golpe tremendo, o que acrescentado às flechas, destroi-o. Mas ainda tem 6 adversários.

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

OOC: Posso usar o skill de

OOC: Posso usar o skill de tatics para determinar a melhor maneira de lutar contra os possessos? Não sei ao certo como funciona o skill.

OOC: A minha ideia era ir fugindo deles, ganhando algumas distância visto sermos mais rapidos que eles. Usar o arco lutar com um corpo a corpo quando lá chegar o primeiro. Voltar a fazer o mesmo sempre que possível.

Portanto, se não estiver nenhum perto de nós digo para fugir e ganhar distância. Se estiver algum perto, ou seja, se for perigoso fugir, ataco-o.

----------
Priskus