Jogos de Tabuleiro na RTP Internacional

 Dois administradores do abreojogo estiveram presentes num programa da RTP Internacional dedicado totalmente aos boardgamers, neste caso eu e o Mallgur.

 Estiveram também presentes várias editoras e criadores nacionais de jogos de tabuleiro.

 Informações sobre o programa:

 

Jogos de Tabuleiro em Portugal

Episódio 29 de 40

Duração: 55´ min

 

Convidados:

- Carlos Mesquita (Tabletip Games);

- Tiago Teixeira Abreu e Gil D"Orey (Mesa BoardGames);

- João Simões ( Science4You);

- Nuno Onofre (empresa Morapiaf);

- Pedro Silva e João Gonçalves (www.abreojogo.com - comunidade de jogadores de jogos de tabuleiros online).

Música: Porto

Ver emissões do programa

  • Emissões deste episódio

 

Próximas Emissões

   Penso que não é possível ver a RTP Informação na televisão em Portugal, mas se as coisas correrem bem pode ser que se consiga ver na internet no site da RTP (alguns programas dão outros cortam a emissão por causa dos direitos).

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

É já

 na sexta...

Programa

Parabéns!

Estiveram todos muito bem. :) E obrigado pela explicação breve mas certeira acerca dos RPGs. ;)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

thumbs up...

edit: video adicionado ao post inicial.

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

Um grande obrigado Pedro! :) 

Um grande obrigado Pedro! :) 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Nada a agradecer

Nada a agradecer. Não só foste tu quem nos passou o contacto como a entrevista se proporcionou a que fosses mencionado.

Em boa verdade ficaram assim focados vários aspectos do hobby e da criação de jogos. Quem cria e publica principalmente para Portugal, quem adapta coisas concebidas lá fora para cá e, no teu caso, quem concebe cá é editado lá fora (coisa que não se pormenorizou). Foi pena não ter mencionado também a possível edição do Madeira, mas enfim...

Aquilo é tudo um bocado atabalhoado e no formato "live recording" a malta caba por ir indo ao sabor da corrente.

Já agora, ganhei os jogos todos ao Joao104! 

Ele controlou-se muito porque senão teria sido tipo novela hiper-dramática com ele a chorar... cheeky laugh

-

Gamer profile

Todos?

 É mentira, pelo menos lembro-me de ter ganho um Kamisado...

Mas é verdade que ganhaste muitos mais, no Kamisado penso que 2, empatamos no Ka-Ching! porque fiz mal a última jogada...

 E já não sei o que jogamos mais, penso que Timeline para aí...

...

laugh

-

Gamer profile

Parabéns

Parabéns, quanto mais se falar do hobby melhor! Acho que o Sr. da Science4You nunca tinha jogado boardgames :p

Já agora, a minha contribuição para o crescimento dos designers portugueses (sai dia 19 de Abril em diversos países): http://www.trictrac.fr/index.php3?id=jeux&rub=actualite&inf=detail&ref=12198

http://boardgamegeek.com/boardgame/131011/la-chasse-aux-lutins


«Não há homens mais felizes do que aqueles que inventam jogos» - adaptado de Leibniz

Parabéns

É bom ver mais um designer português a publicar. Felicidades para isso!

-

Gamer profile

Tive agora a oportunidade de

Tive agora a oportunidade de ver o programa, está muito bom, obrigado mais uma vez pela fantástica dedicação em divulgar os jogos de tabuleiro em Portugal! Quem me dera poder ter do mesmo por aqui nas Irlandas! :)

Volgoque veritas iam attributa vino est.
Plinius Maior, Naturalis Historia Liber XIV, 141

Boa rapaziada!

Muitos parabéns! Bom era que algum dos editores se entusiasme e edite o Tsuro em PT! :D

Já agora esperamos por todos vós na RiaCON nos dias 18 e 19 de maio cá por Aveiro!

Então mas...

...eu já vi o Tsuro em Português!

A edição de 2004 da Wizkids foi distribuída em Portugal pela Devir com regras em português. Além disso, até mesmo a última edição da Calliope Games, do ano passado, traz regras em português, se bem que, em todo o caso, este seja um jogo que com 20 segundos de observação nada tem a enganar, pelo que regras em Português não são propriamente imperativas.

Pessoalmente, preferia que as editoras portuguesas publicassem os jogos que possuem dependência linguística, como Citadels, Glory to Rome, Jambo, entre outros, isso sim era um serviço à comunidade, agora jogos que se arranjam com enorme facilidade em qualquer loja online não me parecem um grande contributo para o desenvolvimento do mercado de jogos nacional.

Ricardo Jorge Gomes

Jogos em Português

Qualquer nova edição em português é sempre bem vinda, mesmo que não tenha dependência de língua.

Como todos sabem a grande maioria dos "jogadores" compra os jogos no estrangeiro (eu por acaso não, por várias razões) por serem mais baratos.

A ideia de ter jogos em português é eles estarem disponíveis e visíveis para o público em geral.

Este tem de ser o público alvo das editoras portuguesas, e é esta a forma que têm de cativar mais gente para o hobbie.

Já agora se todas meterem nas instruções este fórum (www.abreojogo.com) será uma boa forma de fazerem crescer o hobbie e penso que fazerem crescer as vendas...