quando é que temos um destes?

Retrato de Rick Danger

Ludus Luderia, Bar e Café - O bar mais divertido de São Paulo

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

hmm

eu não me importo de entrar como sócio :p sozinho nao ha $$ para isso :p lol :x 

 

---- Latest News ----

It lives!

Na mesma onda

Muito, muito fixe e com cerca de uns 1000 jogos (+ ou -) existe em Milão a http://www.lacittadelgioco.it/

Para além dos jogos, tem bilhar e muito pessoal a assistir ao futebol. O único problema é que para pedir os jogos, só apontando , porque o inglês é quase desconhecido.

Pedro Freitas

E ao menos tem os jogos com

E ao menos tem os jogos com regras em inglês ou é só dos de tradução italiana? Pergunto isto pq me lembro de à pouco tempo ler no BGG um italiano a chorar da chacina que fizeram com a tradução do Battlestar Galactica para italiano - as regras e as traduções das cartas estão tão más que o jogo não se consegue jogar. Ele ainda se queixava que de uma forma geral as traduções para italiano serem más.

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Dos jogos que vi, a grande

Dos jogos que vi, a grande maioria eram em italiano. Só deu mesmo para jogar Ingenious e Marrakech que eram os unícos que sabíamos bem as regras. Tinham uma grande percentagem de party games e de jogos de palavras.

O que achei mais fixe foi o conceito de bar e ludoteca, que eu não conhecia. Como estava (e ainda estou) no meu período de deslumbramento de BoardGames achei espectacular, apesar de não perceber nada de italiano.

Pedro Freitas

Em Portugal

 um bar destes também funcionaria.

 

 Principalmente porque tudo o que é diferente atrai, sendo que ate se deveria considerar um espaço cultural o que facilitaria em termos de horários e de impostos.

 

 Mas claro que seria uma aposta arriscada e com grande investimento.

possível?

joao104 escreveu:
um bar destes também funcionaria.

É capaz de haver alguns sítios que andaram lá perto, mas nunca vi algo tão assumidamente gamer como estes exemplos. É mais do género de "já que temos aqui o espaço, podemos arranjar um jogo ou dois para quem já os sabe jogar se quiser aparecer". Já para não falar dos preconceitos que jogos são para crianças e os bares têem que ser cool, góticos ou para artistas.

 

Portugal

Em Portugal gosta-se muito da novidade, das coisas diferentes.

 

 E um bar alternativo deste tipo teria bastante sucesso e seria uma mais valia para a divulgação dos jogos de tabuleiro.

Isto é que era...

Ainda por cima com a vontade que ando de mudar de profissao,um bar destes era a opcao perfeita.Ate la vou sonhando.

 

Abracos

 

Paulo

My 2 Cents

Em portugal gosta-se muito da novidade, mas só enquanto é novidade. Em Coimbra (e não quero que interpretem mal a comparação) abriu há alguns meses um bar na Praça da República, que era diferente dos outros bares que há na zona. Serviam chocolate quente, gelados, tartes, granizados, batidos. Tinham mesa de Snooker, Puffs para se descontrair e até zona para fumadores e não fumadores. Tinham cerveja barata, café mais barato da zona. Ainda assim o bar está neste momento fechado, e porquê? Porque o bar deixou de ser novidade, a inercia social de ir sempre aos mesmos sítios é muito grande, e porque o pessoal que sai à noite quer na sua grande maioria, beber muita cerveja ao preço da chuva antes de ir para as discotecas.

 

Acho que um bar deste género seria giro nos primeiros meses, mas depois ia ser muito complicado de manter a funcionar.

e como é que funciona um bar?

Tularis escreveu:
Acho que um bar deste género seria giro nos primeiros meses, mas depois ia ser muito complicado de manter a funcionar.

Não faço ideia, mas imagino que um bar faz dinheiro maximizando:

  1. a ocupação de todo espaço,
  2. a rotação do espaço ocupado,
  3. e o quanto se paga para estar lá.

Portanto, os jogos num bar trazem gente para o ponto 1 e são um pretexto para aumentar o ponto 3, mas estragam completamente o ponto 2, já que o pessoal fica lá montes de tempo a jogar, não havendo rotação que gere mais consumos. Além disso, acho que a malta cá em Portugal não vai muito com o pretexto de pagar mais só porquem têem um espaço para jogar (daí quase todas as lojas fecharem).