O improv mastah

Retrato de Rick Danger

Na sequência da pequena apresentação que fiz sobre Spirit of the Century no Jogador-Sonhador, este é um exemplo recente de como um mestre da arte de improvisar em palco (este vídeo mais antigo é brutal) está constantemente atento a todos os Aspects à sua volta para os reincorporar constantemente. Sim, ele também joga RPGs, miniaturas e encontra-se presentemente viciado em Modern Warfare 2 :)

 

 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Muito divertido. Rick,

Muito divertido.

Rick, tas-te a referir a arte do improviso em relacao ao GM ou aos Jogadores? Porque acho que ter o Williams na mesa seria um riso, mas nao sei se o quereria como Mestre de Jogo. Tinha receio que ele perdesse a cabeca e comecasse a interpretar 4 ou 5 NPCs ao mesmo tempo e passasse a hora seguinte a roleplayar sozinho consigo proprio. Smile

 

Estrelas: o Meu Destino um Blogue dedicado a Traveller RPG - http://vargr-traveller.blogspot.com/

Estrelas: o Meu Destino um Blogue dedicado a Traveller RPG - http://vargr-traveller.blogspot.com/

Para isso nem é preciso o

Para isso nem é preciso o Robin Williams. Conheço GMs que já o fazem. É giro ver o GM, qual doente com dupla personalidade, a falar sozinho como se fosse dois NPCs em conversa sem interesse nenhum para os jogadores.

reincorporação

Vargr escreveu:
Rick, tas-te a referir a arte do improviso em relacao ao GM ou aos Jogadores?

Normalmente, são os jogadores que mais improvisam e são os GMs que mais vêem preparados para a sessão, mas neste caso de Spirit of the Century aplica-se aos dois. A alusão ao teatro de improvisação é feita no meu último episódio do Jogador-Sonhador.